Conectado por

Agronegócios

ALERTA: Reviravolta no clima em Janeiro


Compartilhe:

Publicado por

em

As condições climáticas serão adversas para o desenvolvimento das lavouras em boa parte do Brasil, alerta a meteorologista Amanda Balbino Cardozo, colaboradora da Meteored. “Mesmo com a presença do fenômeno La Niña, a tendência é de que as chuvas se concentram em parte da Região Sul”, destaca a especialista.

De acordo com Amanda Balbino, as previsões do tempo para o País indicam que no próximo mês de Janeiro de 2021 haverá uma reversão de expectativas: “Ao contrário do esperado com o [fenômeno climático] La Niña, haverá um aumento das chuvas na Região Sul. Logo, espera-se um mês mais quente e seco nas regiões Sudeste, Centro-Oeste e Nordeste. Os acumulados ficam abaixo da média nas regiões do MATOPIBA, norte do Mato Grosso, em Goiás e em parte de Minas Gerais”.

Por outro lado, explica a meteorologista colaboradora da Meteored, na região Sul as condições serão mais favoráveis, com uma frequência maior de chuvas, principalmente no norte do Rio Grande do Sul e em Santa Catarina. “Já para o Paraná, as condições são semelhantes às previstas para a Região Sudeste, com acumulados abaixo da média”, aponta Amanda Balbino.

“O Verão começou e o fenômeno La Niña irá persistir durante toda a Estação. No entanto, devido as suas oscilações, os efeitos serão sentidos na parte Norte do Brasil. O problema é que a falta da chuva, com o aumento da temperatura, pode provocar problemas para o desenvolvimento das culturas nas áreas agrícolas de todo [a faixa territorial] do Brasil central. Os acumulados podem ficar bem abaixo da média”, conclui.

Agrolink