Conectado por

AL/MT

AL/MT recebe exposição que celebra 109 anos do IFMT


Compartilhe:

Publicado por

em

Mostra fotográfica traz a história da instituição e relembra ex-alunos, hoje personalidades influentes em Mato Grosso e no Brasil.

O saguão da Assembleia Legislativa-AL/MT está recebendo a exposição “109 anos do IFMT”, que conta, em fotos, a história do Instituto Federal de Mato Grosso (IFMT). Quem visitar o local pode conferir fotos de momentos históricos vivenciados por essa instituição, referência em ensino em Mato Grosso. Desfiles cívicos, jogos, galeria de ex-dirigentes e de ex-alunos, muitas personalidades importantes na sociedade atual compõem o acervo que fica em exposição hoje (29) e amanhã (30) e nos dias 10 a 15 de dezembro.

O diretor da instituição, Cristovam Albano, conta que o IFMT iniciou suas atividades há 109 anos como Escola Industrial, ofertando cursos de “aprendizes de artífices”, preparando jovens para as profissões de sapateiro, serralheiro e tipógrafo. Depois, passou a Escola Técnica Federal, oferecendo ensino médio, e hoje é o Instituto Federal com cursos de graduação, pós-graduação e mestrado. “Passamos por várias fases. Não é uma tarefa fácil, mas é gratificante e traz um prazer ver o jovem entrar na instituição com 14 anos, adolescente, muitos sem perspectiva de vida, passar atualmente em média de 3 a 3,5 anos conosco e sair adulto, preparado para a vida e para o mercado de trabalho”, enfatiza.

O diretor lembra que, ao longo desses 109 anos de trabalho, o IFMT formou cidadãos que fizeram e fazem a diferença para o Brasil e para Mato Grosso. Entre essas personalidades estão os atuais deputados Eduardo Botelho e Wilson Santos; as desembargadoras Maria Helena Póvoas, Sirley Marcondes Alves e Helena Ramos; o procurador de Justiça do MPE (Ministério Público Estadual), Paulo Roberto Jorge do Prado, o vice-reitor da UFMT (Universidade Federal de Mato Grosso), professor Evandro Aparecido Soares, o atual presidente do TCU (Tribunal de Contas da União) do estado do Acre, Antônio Fernando Jorge Ribeiro Carvalho Malheiros, e o ex-senador e atual governador Pedro Taques.

“Também temos ex-alunos hoje trabalhando no Google dos Estados Unidos, no Inpe ( Instituto de Pesquisas Espaciais) e na Aneel (Agência Nacional de Energia Elétrica). O show de luzes e som da cerimônia de abertura do Jogos Olímpicos do Rio de Janeiro foi feito por um ex-aluno nosso”, citou Albano.

Na abertura da exposição, o ex-aluno “Luiz Eduardo”, hoje o presidente da Assembleia Legislativa-AL/MT, deputado Eduardo Botelho, se emocionou ao falar. “É muito bacana estar aqui, ver as fotos e recordar tudo, emociona. Eu entrei quando ainda era escola industrial em 1970 e fiz o curso de mecânica de automóvel. Lá fiquei por sete anos e aprendi muito com professores, diretores e colegas”, recordou. Já Wilson Santos falou de gratidão: “eu devo muito a esta escola, hoje instituto, tive ali grandes professores”. Para Santos, a exposição também leva uma análise sobre que tipo de escola queremos e ver na escola técnica um modelo que pode ser seguido.

“Sempre abrimos espaços para contar histórias e mostrar fatos importantes, e essa mostra em especial conta a história da instituição e da vida de grandes personalidades. Tanto o instituto como essas pessoas têm uma história de referência. As fotos são importantes para a manutenção dessas memórias, e para que se possa reviver momentos importantes”, destaca a superintendente do Instituto Memória, Mara Visnadi.

Publicidade

ALE-RO

ÓTICA DINIZ



Desenvolvimento