Conectado por

Saúde

Agosto Dourado: A importância do aleitamento materno e como a Care Plus tem oferecido suporte às mães durante a pandemia


Compartilhe: Entre no nosso grupo do Whatsapp

Publicado por

em

Por meio do programa Mommy Care, as mães beneficiárias da Care Plus são atendidas a distância com orientações individuais sobre a gestação e o pós-parto

 

O Agosto Dourado surgiu como forma de conscientizar a importância da amamentação, principalmente até os 6 meses. Um de seus objetivos é conscientizar pais e familiares sobre seu papel no apoio à prática do aleitamento materno, criando um ambiente que permita à mãe manter a amamentação como fonte exclusiva de nutrição nos primeiros meses de vida. O “dourado” do nome surge como referência ao leite, que “vale ouro”.

De acordo com um relatório da Organização Mundial da Saúde, apenas 39% dos bebês brasileiros de até 5 meses são alimentados só com leite materno. Esse índice preocupa especialistas, como a Juliane Gama Rose, enfermeira obstetra da Care Plus, que reforça os benefícios da amamentação para a mãe e o bebê. “O leite materno traz inúmeros benefícios para o binômio mãe-filho; os principais são diminuição do óbito fetal, aumento da liberação de ocitocina, aumento do QI da criança, diminuição da obesidade infantil, aumento do vínculo entre mãe e bebê e diminuição do índice de doenças crônicas na fase adulta, como diabetes e hipertensão. Para a mãe, ainda existe a diminuição de chance de desenvolver câncer de mama e câncer de ovário”, comenta.

Muitas mães gestantes ou de recém-nascidos acabam ficando com dúvidas sobre o assunto, o que foi intensificado pelo distanciamento social imposto pela pandemia. Juliane comenta que a principal dica para essas mães no período atual é manter o aleitamento; não há constatação científica que estabeleça nexo causal entre a transmissão do SARS-CoV-2 pelo leite materno.

“Além de manter a amamentação em livre demanda, é importante que as mães estipulem rotinas de higiene, como sempre lavar as mãos antes de amamentar. Se elas apresentarem qualquer sintoma que possa estar relacionado à Covid-19, como febre ou desconforto respiratório, é essencial que procurem um médico e utilizem máscara.”

Mommy Care e o teleatendimento às gestantes

O programa Mommy Care, da Care Plus, oferece informações educativas e de saúde durante os ciclos de gestação e puerpério, garantindo mais segurança e conforto às mulheres. Com o isolamento social, em decorrência da Covid-19, o programa foi reinventado, e as consultas adaptadas. Antes, elas aconteciam de modo presencial, mas passaram a ser virtuais, com total segurança e comodidade à paciente. Esse novo formato de atendimento evita riscos à saúde das gestantes e dos recém-nascidos, visto que enfermeiras e nutricionistas do Mommy Care realizam visitas durante a gestação e no pós-parto para orientações gerais, apoio à amamentação e até oferecem auxílio com a introdução alimentar.

“Com a pandemia, passamos a atender as nossas gestantes de forma virtual, em consultas com duração de uma hora, mais ou menos. Todo o atendimento é individualizado, reforçando o cuidado da Care Plus com o beneficiário. Posso dizer que temos muito êxito com o programa online, e a rede de apoio dessas mulheres, que na maioria dos casos são os maridos ou as próprias mães, tem oferecido um suporte muito bacana. Também tenho sentido uma adesão ao aleitamento exclusivo muito parecida com o que era quando fazíamos as visitas presenciais. O que mudou, basicamente, é que hoje fazemos online, sem previsão de retorno presencial”, explica Juliane.

Outro diferencial desse serviço é a satisfação das participantes do programa. Com uma NPS de 93%, metodologia que avalia o índice da indicação de um serviço, com notas de 0 a 10, a Care Plus tem um nível de excelência no Mommy Care que também comprova a sua eficácia e motiva as equipes a buscarem cada vez mais soluções, sempre pensando nas mulheres.

Jessika Rodrigues de Queiroz, analista de atendimento, tem dois filhos e comenta que amamentou os dois até os 8 meses. “Na gestação do meu filho de 1 ano, assim que descobri que estava grávida, me cadastrei no Mommy Care. Foi ótimo participar do programa, poder ter alguém à disposição pra me auxiliar com as minhas dúvidas. A Juliane foi minha enfermeira, e ela foi um amor comigo.”

Além disso, o programa também trabalha com psicólogas que acompanham a saúde mental das pacientes. Essa área foi fundamental para a beneficiária Joyce Cristina, analista financeira, que tem um filho de 60 dias e respeita a amamentação.

“Eu comecei a usar o programa por volta de 3 meses de gestação, quando tive hiperêmese gravídica, e a complicação me afetou muito psicologicamente. Desde então, a experiência tem sido única, a enfermeira que me auxilia é essencial para a minha rotina, e as psicólogas me deram muito apoio, sempre me escutaram em momentos de crise. Amamentar foi difícil para mim no começo. Fiz muitas videoconferências para aprender como segurar o bebê; até meu marido participou. Se não fosse a ajuda do Mommy Care, talvez eu tivesse desencadeado uma depressão pós-parto. Todo o cuidado foi oferecido da melhor forma para que eu ficasse bem”, afirma.

ASSESSORIA

Publicidade
Casas De Apostas Online

ALE-RO

ÓTICA DINIZ



Desenvolvimento