Conectado por

Acre

ACRE: Rio Branco volta a registrar mais de 100 casos de Covid-19 após dois meses em baixa

Publicado por

em

Rio Branco volta a registrar mais de 100 casos de Covid-19 após dois meses em baixa — Foto: Odair Leal / Secom

Continua após a publicidade

Os casos de Covid-19 na capital acreana dispararam e Rio branco voltou a registrar mais de 100 casos de Covid-19 em 24 horas após dois meses em baixa nos números. É o que mostram os dados do boletim divulgado nessa quarta-feira (28) pela Secretaria de Estado de Saúde do Acre (Sesacre).

A última vez que o município registrou mais de 100 casos foi no dia 1º de agosto, quando foram contabilizados 117 novos casos da doença. De lá para cá, os números se mantiveram muito abaixo da centena, chegando a registrar somente quatro casos nos dias 24 e 31 de agosto.

Em todo Acre, já são 30.545 casos confirmados da doença e 691 vítimas fatais. Ao todo, 27.999 pessoas já receberam alta médica da doença.

Nessa quarta, a taxa de ocupação estava em 30%, uma vez que dos 90 leitos de UTI específicos para casos graves de pacientes com Covid-19, 30 estão ocupados. Os leitos de UTI estão concentrados em Rio Branco, com 70 vagas, e Cruzeiro do Sul, com 20.

O médico de Saúde da Família e coordenador do Comitê de Enfrentamento da Covid-19, Osvaldo Leal disse que os dados do boletim estão somando os resultados dos testes rápidos, que avaliam se a pessoa já teve a infecção, ou seja, não são casos novos, com os resultados dos exames de PCR, que são os casos ativos.

Ele disse ainda que a prefeitura solicitou que esses dados fossem separados para uma melhor análise dos casos. Segundo o médico, a média móvel de casos novos confirmados por PCR está em 45. Com pico no último dia 26, quando foram registrados 70 novos casos.

“Estamos fazendo esse recorte para saber o que é caso novo confirmado, que é a doença ativa. Rio Branco aumentou muito a disponibilidade de testagem e é natural que com mais testes sendo feitos, mais pessoas vão sendo identificadas. A avaliação inicial é que nós paramos de cair, estamos numa faixa de estabilidade e essa última semana sinaliza que o número de confirmação está aumentando”, disse Leal.

Relação com eventos políticos

Questionado se o fato dos eventos políticos que têm promovido grande aglomeração podem estar contribuindo com o aumento no número de casos na capital, o coordenador afirmou que isso é fato.

“Interfere, claro. Esse evento do início da campanha, de todas as agremiações partidárias, eles aumentaram o contato entre as pessoas, de fato. Isso certamente, não só no Acre, mas em todos os estados, é um dos responsáveis por isso. Cruzeiro do Sul e o Alto Acre também está tendo aumento. Tem um mês que iniciou a campanha, então é um dos fatores que pode estar relacionado a esse aumento de casos que estão se confirmando”, afirmou.

O coordenador ressaltou que em Rio Branco existe uma portaria que disciplina a questão dos eventos de uma forma geral. A norma estabelece que deve ser mantido o distanciamento social, que os eventos ocorram em espaço aberto e que sejam adotadas as demais medidas sanitárias.

“Essa portaria está publicada e o Comitê Especial do Estado está tentando uma reunião com o responsável pelo Tribunal Regional Eleitoral para, no mais tardar semana que vem, lançar mais uma nota técnica falando da necessidade dos cuidados. Independente da atividade, a gente precisa observar o uso de máscara, distanciamento social e lavagem das mãos. Estando em um restaurante, num camelódromo, num bandeiraço, em qualquer lugar, se observarmos isso, temos menos dificuldade. Se não, independente da atividade realizada, vamos ter sim o aumento do número de casos”, concluiu.