Conectado por

Acre

Acre recebe R$ 2 milhões de investimentos para que se torne área livre de aftosa sem vacinação


Compartilhe:

Publicado por

em

Um termo de cooperação firmado entre governo do Acre e o Fundo de Desenvolvimento da Pecuária do Acre (Fundepec) deve garantir que o estado seja uma área livre da aftosa sem vacinação a partir de 2020, com investimento de R$ 2 milhões.

O estado está livre de aftosa há quase 20 anos, e o próximo passo é estar livre da doença sem a vacinação. A última etapa da vacinação começou no dia 1º de novembro, nos 22 municípios do estado e devem ser imunizados 3,3 milhões de bovinos e bubalinos.

De acordo com o diretor-presidente do Instituto de Defesa Agropecuária e Florestaldo Acre (Idaf), Rogério Melo, a assinatura do termo com a Fundepec vai garantir a reforma das 25 unidades do Idaf, em todo estado.

“O Idaf tem enfrentado três grandes gargalos com relação a transição, e o maior deles é a reestruturação do órgão de defesa, em especial das unidades de atendimento, e quando falo em reestruturação falo de aquisição de veículos, computadores e, hoje, o termo de cooperação, nos deu um grande avanço porque a questão das reformas deixa de ser um problema”, ressalta.

O diretor-presidente diz que, pelo menos, metade das normas que que precisam seguir, conforme os padrões estabelecidos pelo Ministério da Agricultura e Pecuária (Mapa) para a certificação, está cumprida. Além disso, ele informou que o concurso público também está dentro das medidas que devem ser adotadas.

Além do investimento da Fundepec para execução das obras, Melo explica que o governo vai garantir o apoio logístico e fiscalização nos prédios do Idaf para certificar se as benfeitorias estão sendo realizadas de acordo com o cronograma e modelo exigido para que o Acre consiga a suspensão da vacina contra febre aftosa em seu território.

Segundo Melo, com as reformas das unidades, o Acre, que integra o Bloco I dos estados livres de febre aftosa sem vacinação, cumprirá todas as etapas até o limite estabelecido Mapa, que é o dia 30 de março de 2020.

Clique para comentar

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *