Conectado por
Governo de Rondônia

Acre

Acre manda 39 militares do Exército para combater crimes ambientais em Rondônia

Publicado por

em


Continua após a publicidade

Trinta e nove militares do Acre foram enviados para Porto Velho (RO), nesta quinta-feira (5), para auxiliar nos trabalhos contra as queimadas na região Norte. Outros 11 israelenses especialistas em combate ao fogo também estão na capital rondoniense para auxiliar no trabalho.

Conforme o comandante do 61º Bis, coronel Eduardo Lemos, na semana passada, 90 militares de Cruzeiro do Sul passaram por treinamento aplicado pelo Corpo de Bombeiros para atuar no combate aos incêndios na Amazônia.

“Nós recebemos a missão de apoiar a 17ª Brigada e fizemos uma capacitação junto ao Corpo de Bombeiros Militar em Cruzeiro do Sul mesmo. Essa operação teve início no dia 26 de agosto, em Rondônia. A Brigada, desde então, já vem atuando em diversas ações junto aos órgãos ambientais com esse objetivo. Agora, a gente vai reforçar o trabalho”, afirmou Lemos.

Com relação aos israelenses, de acordo com o Exército, são bombeiros com experiência em ações contra as queimadas. Para ajudar nos trabalhos na Amazônia, o grupo levou para a 17ª Brigada no Centro Gestor e Operacional do Sistema de Proteção da Amazônia (Censipam), em Rondônia, equipamentos de alta tecnologia.

O Exército não forneceu detalhes sobre os tipos de equipamentos, mas disse que entre os objetos há drones.

Dos 90 militares que passaram por treinamento em Cruzeiro do Sul, 39 foram enviados para cumprir missão em Porto Velho e os demais permanecem na cidade do interior do Acre para eventual necessidade.

Os trabalhos de combate aos incêndios em Rondônia integram a Operação Verde Brasil. A ação foi deflagrada há quase duas semanas com objetivo de controlar as queimadas na Amazônia. A atuação do Exército no combate aos incêndios veio após pedido dos governadores do Acre e Rondônia. Os militares acreanos devem permanecer em missão até o final do mês.

Militares chegaram ao estado vizinho nesta quinta-feira (5) — Foto: Reprodução/Rede Amazônica Acre

Militares chegaram ao estado vizinho nesta quinta-feira (5) — Foto: Reprodução/Rede Amazônica Acre

Clique para comentar

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *