Conectado por

Acre

Acre fará mutirão para atender 1,5 mil pacientes que aguardam por cirurgias ortopédicas


Compartilhe:

Publicado por

em

Com pouco mais de 1,5 mil pacientes esperando por cirurgias ortopédicas em todo o Acre, um mutirão deve ser realizado nas próximas semanas para reduzir a fila de espera pelos procedimentos cirúrgicos. A informação foi dada pelo governador Gladson Cameli, ao ac24horas.

O governador acreano havia feito esse pedido ao ministro da Saúde, Luiz Henrique Madetta, ainda em março, quando esteve em Brasília (DF). Agora, segundo o Cameli, a ideia é que profissionais do Instituto Nacional de Traumatologia e Ortopedia de Rio Branco (Into) viagem ao Acre para fazerem os atendimentos.

“Estamos montando um plano para fazermos um mutirão não só na Capital e no Pronto Socorro, mas também no interior do Estado, para que nós possamos diminuir as filas na área de ortopedia. Quero diminuir toda a fila de pacientes que aguardam por uma cirurgia nos hospitais do nosso estado”, comenta o governador.

Gladson cita o Pronto Socorro justamente porque esse é o “maior gargalo” dentro da pasta: chega a faltar medicamentos, materiais e até profissionais disponíveis para atender a população que procura a unidade de saúde que é o maior hospital de urgência e emergência do estado.

Com a sinalização positiva do ministro Madetta a Cameli, será possível, inclusive, realizar o mutirão no interior, principalmente nos hospitais maiores, com condições de receber pacientes que estão em comunidades próximas. O governador relatou que pretende reduzir ao máximo a fila de cirurgias eletivas da Fundação Hospital, que margeia 10 mil usuários.

Ainda na conversa com o ministro, Cameli pediu mais celeridade na liberação de recursos do convênio 1.825/2007, que trata da construção do Instituto Nacional de Traumatologia e Ortopedia de Rio Branco (Into). Os recursos já estão disponíveis, mas aguardam parecer do Fundo Nacional de Saúde, para a sua liberação.

A informação foi divulgada pelo site da Secretaria de Comunicação do Acre (Secom).