Conectado por

Saúde

Acordo com companhias aéreas garante transporte gratuito de vacinas


Compartilhe:

Publicado por

em

O Ministério da Saúde e a Associação Brasileira das Empresas Aéreas (Abear) firmaram, nesta quinta-feira (17/12), parceria para o transporte de vacinas e insumos a custo zero para o governo brasileiro. A ação apoiará a logística de distribuição dos imunizantes contra a Covid-19 aos estados e municípios, a fim de acelerar o início da vacinação.

Em nota, o ministro da Saúde, Eduardo Pazuello, declarou que o acordo facilitará o transporte das vacinas, beneficiando milhões de brasileiros. “O Brasil já garantiu milhões de doses de vacinas contra a Covid-19. Agora, com o auxílio da Abear, a distribuição será ainda mais ágil”, comemorou.

O presidente da Abear, Eduardo Sanovicz, reforçou que as companhias aéreas brasileiras estão engajadas em contribuir para que a distribuição das vacinas seja realizada da forma mais ágil possível. “Não há dúvidas de que toda a aviação civil brasileira está empenhada em auxiliar o Brasil. Estamos cientes dos desafios, mas estamos muito orgulhosos e preparados para essa missão histórica”, garantiu.

Vacinas
De acordo com o governo, o Brasil já garantiu mais de 300 milhões de doses de vacinas contra a Covid-19 por meio dos acordos com a Fiocruz/AstraZeneca (100,4 milhões de doses) e Covax Facility (42,5 milhões de doses). O Brasil também terá capacidade de produção de doses pela Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz) via acordo de transferência de tecnologia com a farmacêutica AstraZeneca.

Além disso, memorandos de entendimento foram fechados com a farmacêutica Pfizer para aquisição de 70 milhões de doses – 8,5 milhões até junho de 2021, sendo 2 milhões de doses previstas para o primeiro trimestre – e com a farmacêutica Janssen, para aquisição de 38 milhões de doses – dessas, 3 milhões para o segundo trimestre de 2021.

Metropoles