Conectado por

Acre

AC recebe mais dois lotes das vacinas contra a Covid-19 AstraZeneca e Pfizer para imunizar população


Compartilhe:

Publicado por

em

O Acre recebeu, nesta quarta-feira (26), mais dois lotes de vacinas contra a Covid-19. Os imunizantes chegaram no aeroporto de Rio Branco, capital acreana. A 25ª remessa contém 2.340 doses da Pfizer e a 26ª 19,5 mil da Oxford/AstraZeneca.

Com essas remessas, o Programa Nacional de Imunização (PNI) informou que, após conversa com secretários de saúde e coordenadores de campanha dos municípios, vai continuar a vacinação de pessoas com comorbidades, incluindo gestantes e puérperas com doenças preexistentes e também:

  • servidores das forças armadas;
  • trabalhadores do transporte aéreo;
  • pessoas em situação de rua;
  • funcionários do sistema prisional;
  • população privada de liberdade;
  • trabalhadores da educação do ensino básico.

“Consolidando com um lote do Buntantan que está em época de distribuir e estava sob responsabilidade do Estado. Não conseguiremos atender 100% desse público, recebemos um quantitativo de vacina que dará para atender 22%, mas vamos conseguir avançar na campanha e daremos início nesses novos grupos e, conforme formos recebendo mais doses do Ministério da Saúde, daremos continuidade”, explicou a coordenadora do PNI, Renata Quiles.

Conforme a Superintendência do Ministério da Saúde no Acre, as doses da Pfizer ficam em Rio Branco por conta do processo de armazenamento e serão usadas na 1ª aplicação. As doses precisam estar em -20°C por 14 dias e entre 2 e 8°C por 5 dias, devendo ser utilizadas em um curto período de tempo. O imunizante é aplicado em duas doses, com intervalo.

Todo o lote vai ser usado para aplicação da 1ª dose. Sobre o lote com as doses da Oxford/AstraZeneca, as 19,5 mil doses vão ser distribuídas entre os municípios para imunização dos grupos prioritários.

Na terça (25), as doses do imunizante da Pfizer acabaram em Rio Branco e a Secretaria de Saúde Municipal (Semsa) suspendeu a vacinação em grávidas e puérperas com comorbidades até a chegada de um novo lote.

Doses vão ser distribuídas entre os municípios acreanos — Foto: Diego Gurgel/Secom

Doses vão ser distribuídas entre os municípios acreanos — Foto: Diego Gurgel/Secom

Baixa procura

Em entrevista à Rede Amazônica Acre nesta quarta, a coordenadora do PNI, Renata Quiles, afirmou que o estado acreano tem, atualmente, mais de 18 mil doses de vacina paradas devido à baixa procura pela imunização.

Ela explicou que o estado tem cerca de 43% de cobertura entre as comorbidades. O número reforça a baixa procura porque o Acre precisa imunizar 90 mil pessoas. As pessoas com doenças preexistentes compõem o maior grupo-prioritário desde o início da vacinação.

“Imaginávamos que não teríamos doses suficientes para esse grupo e ter que avançar com uma cobertura tão baixa nos deixa triste e também deficiente permanente, 4% de cobertura, nós temos uma meta de 14 mil doenças permanentes e tivemos apenas 4% desse público buscando a vacina”, lamentou.

Segunda dose:

  • CoronaVacO intervalo ideal é de 28 dias entre as doses da CoronaVac. Um estudo do Butantan mostrou que a eficácia da vacina foi de 62% com intervalo de 21 a 28 dias, contra 50% com intervalo de até 21 dias.
  • AstraZeneca

Já estudos clínicos da Oxford/AstraZeneca apontaram uma eficácia de 82,4% com a segunda dose, em um intervalo de três meses após a primeira dose.

  • Pfizer

O ministério recomenda que a vacina seja administrada em um intervalo de 12 semanas (três meses). Em nota técnica, a pasta informa que o intervalo maior foi recomendado com base em estudos feitos no Reino Unido – o país optou por aumentar o espaçamento no início da campanha de vacinação, por causa da escassez de doses.

Já a bula do fabricante diz que o imunizante deve ser aplicado em um “intervalo maior ou igual a 21 dias entre a primeira e a segunda dose”.

Vacinação no Acre

Os últimos lotes da vacinas que chegaram ao Acre foi no dia 18 de maio. O estado recebeu o 23º e 24º lotes com mais de 19 mil doses para imunizar a população contra a Covid-19. Foram 17.400 doses da Oxford/AstraZeneca e 2.340 da Pfizer.

De acordo com informações do portal de transparência do governo, o Acre recebeu 299.720 doses de vacinas e foram aplicadas 180.473 até essa terça (25), data da última atualização, sendo 130.133 da primeira dose e 50.340 da segunda. Rio Branco aplicou 82.638 doses e Cruzeiro do Sul 20.235.

Segundo o governo, o número de doses aplicadas que consta no portal refere-se aos dados já inseridos no sistema do Ministério da Saúde, cujas atualizações são realizadas pelos municípios. Por isso, pode haver atraso nas informações.

G1.globo.com