Conectado por
Governo de Rondônia

Artigos & Colunas

A palavra que transforma – Pra. Elza Amorim Carvalho

Publicado por

em


Continua após a publicidade

Não vos conformeis com este mundo, mas transformai-vos pela renovação do vosso espírito, para que possais discernir qual é a vontade de Deus, o que é bom, o que lhe agrada e o que é perfeito. Romanos 12:2

Se alguém estar em Cristo, este, torna-se em uma nova pessoa,  alguém, cujos pensamentos passam a ser diferentes.

Visto, essa pessoa, não ser mais conduzida pelas normas deste mundo, mas movida pela transformação que houve em seu ser.

Consequentemente, os seus atos e atitudes demonstram que de fato, houve em si, uma mutação, a natureza humana foi amortizada, e agora, o que foi estabelecido em seu interior é a natura de Cristo,

Não há possibilidade alguma de alguém conhecer realmente a Deus, e continuar pensando da mesma maneira.

Deus rasga a cortina da ignorância espiritual que houver em nós, e faz a luz do seu saber se acender em nossa mente.

Logo, o nosso novo entendimento sobre Deus nos obriga a sermos melhores, totalmente modificados, por que, a presença de Deus nos conscientiza que até então, somos miseráveis pecadores, e que,  necessitamos passar por mudanças profundas para que o reino de Deus se estabeleça dentro de nós.

Quando o reino de Deus está dentro de nós, consequentemente,  o reino deste mundo é expelido do nosso interior, pois, a luz e as trevas elas não conseguem conviver no mesmo espaço, para uma estar, a outra precisa desaparecer.

Se Deus ocupa os espaços da nossa mente/vida, o nosso proceder é, e será, para impactar o mundo, a nossa conduta passa a ser para promover esperança de vida, e nunca e nem jamais, contribuir, para que as coisas que são contrárias a palavra de Deus, se estabeleçam.

Há algo errado quando afirmamos que conhecemos Deus, mas valorizamos as coisas que Ele nos mostra em sua palavra, que estão erradas.

Há divergência em nosso caráter quando afirmamos que devemos amar o próximo como a nós mesmos,  mas o estimulamo, o incentivamos a  prosseguir contra as ordens da criação de Deus. Assim, nem a nós mesmos amamos.

Ou então, somos egoístas e mesquinhos demais, sabendo do que é certo, mas apoiando outros para sua destruição.

Se é a palavra de Deus quem transforma às pessoas, então, ela deve ser dita e vivida sem enfeites, sem querer agradar a qualquer que seja.

A diferença na vida das pessoas quem faz é a palavra verdadeira, e nunca as coerências tortuosas.
Pense Nisto e faça diferente!

Pra. Elza Amorim Carvalho
#pra.elzaamorimcarvalho
@Praelzacarvalho
# nas redes sociais.
Email: [email protected] gmail.com

Clique para comentar

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *