Conectado por

Religião

A identificação do gene “Matusalém”


Compartilhe:

Publicado por

em

Porque o salário do pecado é a morte, mas o dom gratuito de Deus é a vida eterna, por Cristo Jesus nosso Senhor.

Romanos 6:23

  Um estudo de um gene específico, parte do nosso genoma, foi publicado por um cientista pesquisador de Kiel, na Alemanha, em 2009. Ele confirmou uma longa suspeita: uma variação do gene FOXO3A exerce uma influência positiva em nossa expectativa de vida. Ao adquirir tal conhecimento, a ciência médica poderá ser capaz de aumentar a média da expectativa de vida ainda mais, no futuro. Entretanto, devido à transitoriedade humana, a vida sem fim sobre a terra permanecerá um sonho.

Aqui está a razão: quando Deus criou o ser humano, Ele lhe ofereceu as circunstâncias mais favoráveis para uma vida feliz sobre a terra. Mas o homem transgrediu o único mandamento que recebeu — Adão e Eva comeram do fruto proibido e assim, fracassaram no teste da obediência. Deus os havia advertido e a morte entrou como o elemento terminal da vida. Desde então, a morte tem sido inimiga do homem. O apóstolo Paulo escreveu: “Portanto, como por um homem entrou o pecado no mundo, e pelo pecado a morte, assim também a morte passou a todos os homens por isso que todos pecaram” (Romanos 5:12).

Sim, a vida eterna existe! Deus supriu um caminho de saída dessa situação desesperadora. A Bíblia testifica que, por meio da fé em Cristo, o Filho de Deus, todos podem obter uma vida nova, que é eterna. Mas, temos que admitir que somos pecadores e confessar nossa culpa diante de Deus. Então Ele irá nos garantir a vida eterna, que começa nesse mundo e continua além do túmulo, muito tempo depois de termos partido dessa terra.

Clique para comentar

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *