Conectado por
Governo de Rondônia

Artigos & Colunas

A automação chegou, afirma Antônio Fernando Ribeiro Pereira

Publicado por

em


Continua após a publicidade

 

 

O empreendedor digital Antônio Fernando Ribeiro Pereira é categórico ao afirmar que a automação do trabalho chegou

Para parte dos empresários isso é uma boa notícia, pois vai tem como cobrar a mesma eficiência de sua equipe com menos gastos nas empresas.

O empreendedor digital Antônio Fernando Ribeiro Pereira é categórico ao afirmar que a automação do trabalho chegou. Muito mais cedo que as previsões mais otimistas pois nenhum especialista havia considerado a possibilidade de uma pandemia, como a que estamos vivendo com o novo Coronavírus.

 

A mudança no cenário econômico e social antecipou tendências

 

O isolamento em casa consolidou as entregas de comida por aplicativos de delivery como Uber Eats e Ifood. E mais, mostrou que um mundo de coisas pode ser feito por aplicativos, desde entrega de pacotes até mesmo um entregador sacar dinheiro para você.

Empresários tinham receio de que o home office não iria funcionar no Brasil”, afirma Antônio Fernando Ribeiro Pereira. Mas o Zoom e outras plataformas mostraram a eficiência do teletrabalho. Tanto é verdade que empresas e bancos brasileiros estão se inspirando nas gigantes Google, Amazon e Microsoft e mantendo boa parte do trabalho de forma remota. E quem está em busca de emprego vai se deparar com milhares de vagas para home office.

Para parte dos empresários isso é uma boa notícia, pois tem como cobrar a mesma eficiência de sua equipe com menos gastos nas empresas, desde luz, aluguel ou possíveis acidentes de trabalho. Já os setores mais tradicionais, principalmente o comércio a varejo, precisam se reinventar.

 

“take away” e “click and collect”

 

Outra tendência que estava engatinhando no Brasil e cresceu foram os sistemas “take away” e “click and collect”. 

O take away no Brasil é a entrega no balcão, popularizado durante a quarentena. O cliente, ao invés de permanecer no restaurante para uma refeição ou pedir pelo app, busca seu prato preferido para comer em outro lugar. 

De forma parecida, o click and collect é a forma de compra online em que o cliente retira o produto adquirido em uma loja ou algum ponto de coleta.

E se isso ainda parece surreal, basta ver que qualquer criança já “nasceu sabendo” mexer em smartphones e tablets. “Com a imersão que estamos vivendo na pandemia isso acontecerá de forma ainda mais acelerada”, afirma o empreendedor.

Para Antônio Fernando Ribeiro Pereira, o perfil do trabalhador está mudando rapidamente. O historiador israelense Yuval Harari, em seu livro Homo Deus, afirma que em breve teremos milhões de pessoas que não serão “empregáveis”, ou seja, não estarão aptas aos trabalhos exigidos com a automação.

 

Ribeiro não é tão pessimista,

 

mas acredita que as empresas estarão focadas nos trabalhadores que sabem empreender, se adaptam a mudanças com facilidade e tem capacidade de se capacitarem por conta própria. 

Os serviços mais braçais estão com os dias contados. Mesmo a empatia, tão importante nas vendas cara a cara estão sendo aprendidas pelos chatbots, que serão sempre pacientes com os clientes. 

E quem já pilota centenas de quilômetros todos os dias fazendo entregas ou levando passageiros, é bom arranjar tempo para estudar para outras profissões, como manutenção de carros e drones. 

Isso porque a Uber já tem carros que dirigem sem motoristas e Amazon tem o Prime Air, um projeto que está para ser implantado de entrega por drones. A automação permitirá entrega do produto se não tiver ninguém em casa.

A automação do trabalho chegou em quase todos os lugares, temos que nos adaptar ou ficaremos obsoletos”, finaliza Antonio Fernando.