Conectado por

Saúde

7 sintomas de gravidez que quase ninguém sabe


Compartilhe:

Publicado por

em

Existe um ditado popular que diz que toda mulher sabe quando está grávida.  Isso até pode ser verdade, mas como ter certeza de algo que a mulher ainda não vivenciou?

Existem alguns sintomas já bem conhecidos, como enjoos e dores de cabeça, mas como explica o ginecologista e obstetra Domingos Mantelli, eles podem aparecer de várias maneiras e diferente para cada paciente. Geralmente, o primeiro sinal percebido é o atraso menstrual. “Claro, dependendo da sensibilidade da mulher, eles podem começar a ser notados de uma semana a 10 dias após a concepção. Com o passar do tempo, eles vão ficando mais intensos.”

Essas alterações ocorrem pelo aumento de dois hormônios: o HCG (Gonadotrofina coriônica humana) e a progesterona. A recomendação é fazer um teste de gravidez — seja de sangue, de urina ou mesmo de farmácia. O teste de sangue consegue detectar uma gravidez após 10 dias da concepção.

Conheça 7 sintomas de gravidez que (quase) ninguém sabe:

1.      Sangramento

Um pequeno sangramento, chamado de nidação, ocorre durante a implantação do embrião no útero. Muitas mulheres podem confundi-lo com menstruação justamente porque, se houve fecundação durante o período fértil, esse sangramento pode acontecer no momento em que seria o início de seu novo ciclo menstrual.

2.      Olhos secos

Há relatos de mulheres que tiveram sensibilidade à luz e até mesmo dificuldade de usar lentes de contato. Não é tão comum, mas muitas sentem, inclusive, um pequeno inchaço nas pálpebras, devido à maior concentração de estrógeno.

3.      Sensibilidade nas mamas

A variação de hormônios durante a gestação também pode provocar sensibilidade, inchaço e dor na região das mamas. Este é também um sintoma muito comum durante a fase pré-menstrual, então vale a pena ficar atenta.

4.      Falta de ar

A mulher pode se sentir mais cansada durante uma gravidez e chegar a ter falta de ar realizando atividades rotineiras. No início, isso acontece devido a alterações hormonais. Mas a partir do quarto ou quinto mês, a dificuldade de respirar ocorre devido à compressão do diafragma causada pelo aumento do volume abdominal.

5.      Sono excessivo

Claro que este sintoma não deve ser levado em consideração de forma isolada, mas é muito comum.

6.      Tontura

No início da gravidez, muitas mulheres podem sentir tontura, principalmente no período da manhã. Este sintoma é geralmente acompanhado por náuseas. Isso acontece porque a alteração dos níveis hormonais provoca uma alteração da pressão arterial da gestante.

7.      Olfato aguçado

Segundo Mantelli, “cheiros e alimentos que ela gostava antes agora podem incomodar.”

Dr. Domingos Mantelli, ginecologista e obstetra – CRM-SP 107.997 | RQE 36618 – autor do livro “Gestação: mitos e verdades sob o olhar do obstetra”. Formado pela Faculdade de Medicina da Universidade de Santo Amaro (UNISA) e residência médica na área de Ginecologia e Obstetrícia pela mesma instituição. Dr. Domingos Mantelli tem pós-graduação em Ultrassonografia Ginecológica e Obstétrica, e em Medicina Legal e Perícias Médicas.