Conectado por

Amazonas

1ª Mostra de Arte Indígena abre celebrações dos 352 anos de Manaus


Compartilhe:

Publicado por

em

Para dar início à celebração de seus 352 anos, que serão comemorados no dia 24 de outubro, Manaus inaugurou a 1ª “Mostra de Arte Indígena” no Palácio Rio Branco, no Centro da capital, na noite desta quarta-feira (22).

A exposição conta com esculturas orgânicas, objetos entalhados e quadros em vários estilos, que variam do grafite urbano, passando pelo impressionismo e primitivismo. As obras apresentam a diversidade e a riqueza das culturas indígenas.

A abertura do evento contou ainda com a apresentação de dois rituais indígenas encenados pelos grupos de dança Uatê e Bayaroá, integrado por indígenas da etnia tukano, tatuio e barassana.

“As vozes de nossos ancestrais foram apagadas por muitos anos, e agora, são resgatadas e oportunizam um novo futuro para os povos, que constituem o povo manauense”, afirmou o presidente do Conselho Municipal de Cultura (Concultura), Tenório Telles.

A Mostra de Arte Indígena tem curadoria do antropólogo João Paulo Barreto Tukano e da artista plástica Monik Ventilari. O Palácio Rio Branco, localizado na praça Dom Pedro II, é um local sagrado para os povos indígenas, onde se encontra o memorial Aldeia da Memória Indígena, inaugurado em abril. Visitas devem ser agendadas no link: https://bit.ly/3k7w7hB.

Serviço

1ª Mostra de Arte Indígena
Quando:
 a partir desta quinta-feira, dia 23 de setembro
Horário: de 9h às 16h
Local: Palácio Rio Branco – Av. Sete de Setembro s/n, Pça. Dom. Pedro II, Centro.
Visitas devem ser agendadas no link: https://bit.ly/3k7w7hB.

Mostra de Arte Indígena realizada em Manaus — Foto: Divulgação

Mostra de Arte Indígena realizada em Manaus — Foto: Divulgação

Mostra de Arte Indígena é realizada em Manaus — Foto: Divulgação

Mostra de Arte Indígena é realizada em Manaus — Foto: Divulgação

 

 

G1.globo.com

Publicidade

ALE-RO

ÓTICA DINIZ



Desenvolvimento