Conectado por

Agronegócios

17 de setembro: Acrimat completa 50 anos garantindo fortalecimento da atividade pecuária

Publicado por

em

O dia de um pecuarista começa cedo, geralmente nas primeiras horas da manhã. E assim que sai ao campo, ele se prepara para lidar com o produto mais importante para a vida: o alimento, aquilo que nos dá vida. E é esse profissional que a Associação dos Criadores de Mato Grosso (Acrimat), que completa 50 anos nesta quinta (17), tem orgulho de representar.

Continua após a publicidade

“Nestes 50 anos de história, a Acrimat se tornou uma referência para a pecuária brasileira, lutando pelo fortalecimento da atividade, pelos direitos dos produtores e garantindo aos seus associados serviços de qualidade”, diz o presidente da entidade, Oswaldo Pereira Ribeiro Jr.

Desde 1970, ano de sua fundação, a Acrimat vem promovendo tantas conquistas para o setor pecuário que enumera-los seria quase impossível, mas muitas destas vitórias merecem ser mencionadas, como a realização da 19ª Exposição Agropecuária e Industrial de Cuiabá em 1983, que permitiu a introdução da modalidade de comercialização de bovinos através de leilões presenciais, hoje substituídos para os virtuais, que otimizaram a comercialização, atribuindo maior bem estar aos animais e baixando os custos das operações que antecediam os leilões tradicionais.

A estadualização da Acrimat foi outro passo importante para a pecuária mato-grossense. Até 2007, suas ações atinham-se apenas aos municípios que formam a baixada cuiabana, mas a necessidade de ampliar seu alcance fez com que se formatasse um consórcio entre a Universidade Federal de Mato Grosso (UFMT) e a Universidade Federal de Viçosa (UFV), criado com o objetivo de promover a construção do Diagnóstico sobre a Bovinocultura de Corte do Estado de Mato Grosso, o que permitiu o desenvolvimento de pesquisa multi-institucional e multidisciplinar.

“Precisávamos de uma associação que se preocupasse com o desenvolvimento da cadeia, e os pecuaristas ansiavam pela criação de uma instituição similar, sendo assim a Famato promoveu ampla consulta aos seus sindicatos filiados e juntamente com as lideranças da Acrimat, decidiram-se pela estadualização”, contextualiza Oswaldo Ribeiro.

Agora a Acrimat, que atuava anteriormente somente na baixada cuiabana, possuindo relevante estrutura na capital, além da experiência de seus dirigentes e ex-dirigentes, o que facilitaria a sua atuação, era uma instituição de representação estadual.

Diretorias Regionais

A divisão territorial em regionais foi um dos principais passos tomados pela recente ‘nova Acrimat’. No começo, criou-se oito representações regionais, além da Diretoria Executiva, Conselho Fiscal e de representações. Hoje, a Acrimat conta com 13 representações regionais, otimizando em muito a sua consolidação, pois assim consegue estar presente em todo o Estado de Mato Grosso. “E assim que as atividades foram definidas, surgiram as principais ações com o objetivo de levar o nome da Acrimat aos pecuaristas e elevar o número de associados, como o Acrimat em Ação, Acricorte e Produção Sustentável de Bezerros”, destaca o presidente da Acrimat.

Acrimat em Ação

O Acrimat em Ação é o maior programa itinerante da pecuária de corte mato-grossense, visa levar informações técnicas de qualidade para produtores de todas as regiões do Estado, ao mesmo tempo em que coleta dados sobre a produção de proteína vermelha em todas as regiões de Mato Grosso. O Acrimat em Ação teve sua primeira edição em 2011 e em 2020 ao realizar a sua 10ª edição, a ação foi interrompida em função do Covid 19, destarte, registramos a presença acumulada no decorrer de todas as edições do Acrimat em ação, em mais de 40 mil pessoas.

Acricorte

O evento tem o objetivo de levar conhecimento, discussões e tecnologias para os pecuaristas, com a participação dos mais renomados palestrantes e, ainda com o objetivo de integrar a cadeia produtiva da carne bovina, conta com a participação de empresas ao montante e à jusante das propriedades rurais. A Acrimat participou inicialmente da edição de 2012 e 2013 quando o evento ainda se chamava Feicorte, de 2014 até 2018 passou a se chamar Intercorte e a Acrimat era co-realizadora dos eventos. A partir de 2019, passou a se denominar de Acricorte e a Acrimat passou a ser a realizadora do evento. Na última edição contou com a participação de mais de 1.600 pecuaristas.

Produção Sustentável de Bezerros

A Acrimat em parceria com o IDH  e Grupo Carrefour, desenvolveu o projeto “Produção Sustentável de Bezerros”, com o objetivo de oferecer aos produtores de carne de Mato Grosso, ferramentas que permitam melhorar os resultados do segmento da cria nos aspectos, econômicos, ambientais e sociais.

O projeto visa atender cerca de 300 propriedades no Vale do Araguaia, nas cidades de Gaúcha do Norte, Paranatinga e Ribeirão Cascalheira, melhorando a qualidade dos bezerros produzidos, viabilizando a recuperação de Áreas de Preservação Permanente (APP), aumentando a produtividade dentro da propriedade e assim garantindo melhor renda para todos os agentes da cadeia.

Acrimat, um sonho possível

Durante os próximos meses, você acompanhará por meio das nossas publicações tudo o que a Acrimat já fez e o que ela continua a fazer não só pela pecuária mato-grossense, como por todo Brasil. Ações de sustentabilidade, de promoção do bem estar da nossa população, de fortalecimento da nossa economia e muitos mais. São vídeos com ex-diretores, depoimentos, postagens nas redes sociais, podcasts com informações exclusivas, e muito mais para que você fique sabendo como a pecuária é importante para a sua vida.

Assessoria