Trigo: preços no PR registram quedas mais expressivas que os do RS

47

Com isso, desde o final de setembro, os valores negociados no Paraná estão inferiores aos do Rio Grande do Sul, de acordo com pesquisas do Cepea. Ainda que seja comum uma aproximação entre os preços dessas regiões em período de colheita, as cotações no estado paranaense não ficavam inferiores às do Rio Grande do Sul há dois anos.

Esse cenário, no entanto, pode se alterar nas próximas semanas, tendo em vista a entrada mais intensa de lotes de outros estados e também da Argentina. Neste caso, o trigo importado segue com preços em alta, limitando o interesse de compradores brasileiros.

Compartilhe: