Conectado por

Acre

Rio Branco tem melhor desempenho entre as 22 cidades do Acre em metas sustentáveis da ONU, aponta estudo


Compartilhe:

Publicado por

em

A capital acreana, Rio Branco, apresentou o melhor desempenho entre as outras 21 cidades de Acre nos 17 Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS) estipulados pela Organização das Nações Unidas (ONU).

Os dados fazem parte de um mapa inédito do Instituto Cidades Sustentáveis, que foi lançado na última sexta-feira (8), que avaliou os 5.570 municípios brasileiros. No panorama geral, Rio Branco ficou com pontuação de 48,85 e ficou um pouco abaixo do meio da lista de todos os municípios, em 2.033.

Entre os itens avaliados pela ferramenta, estão pontos que envolvem as cidades na erradicação da fome e da pobreza, fome zero e agricultura sustentável, água potável e saneamento, saúde e educação de qualidade, igualdade de gênero e indústria, inovação e infraestrutura, entre outros.

Cada um dos itens avaliados recebe uma pontuação e as cidades estão classificadas pela pontuação final. Esta média mede o progresso total das cidades para a realização de todos os 17 ODS. Uma pontuação 100 indica a realização ótima dos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável.

A lista de ações tem como meta melhorar a qualidade de vida no planeta até 2030. Enquanto Rio Branco aparece com a melhor pontuação do estado, a cidade de Feijó teve o pior desempenho, ficando em 5.528, com pontuação 33,84.

Entre os piores desempenhos da capital estão igualdade de gênero, parcerias e meios de implantação e consumo e produção responsáveis. Entre os maiores desempenhos estão indústria, inovação e infraestrutura, seguido de energia limpa e erradicação da pobreza.

Veja ranking do Acre

 

 

Para calcular as pontuações, o estudo classifica o desempenho dos municípios em cada objetivo estipulado pela ONU por cores e com base nestas definições é feita a classificação.

A nível nacional, São Caetano do Sul, em São Paulo, ocupou o primeiro lugar no ranking, com pontuação 65,2, enquanto o município com o pior desempenho foi Santana Araguaia, no Pará, com pontuação 30,10.

Para calcular as pontuações, o estudo classifica o desempenho dos municípios em cada objetivo estipulado pela ONU por cores e com base nestas definições é feita a classificação. — Foto: Reprodução

Para calcular as pontuações, o estudo classifica o desempenho dos municípios em cada objetivo estipulado pela ONU por cores e com base nestas definições é feita a classificação. — Foto: Reprodução

G1

Publicidade
Governo de Rondônia
Betfair
ÓTICA DINIZ
Online Cassino


Desenvolvimento