Conectado por

Agronegócios

O crescimento do agronegócio e o desenvolvimento das cidades


Compartilhe:

Publicado por

em

O agronegócio brasileiro está entre os principais pilares econômicos do País.

Isso ocorre por conta dos incentivos de grandes corporações, e também pelo desenvolvimento das cidades que se sustentam a partir das atividades rurais, promovendo mais qualidade de vida para seus residentes e trabalhadores.

Assim, é importante reconhecer a força do setor para o Brasil, e entender como ocorreu essa expansão de forma massiva, especialmente nos últimos anos.

Acompanhe mais dados sobre o crescimento do agronegócio no país, e, porque é fundamental incentivar, ainda mais, a sua evolução.

agro tem papel fundamental para a economia brasileira!

Atualmente, o agronegócio se apresenta como um dos maiores geradores de renda da economia brasileira.

Segundo relatório do Centro de Estudos Avançados em Economia Aplicada (CEPEA) da Esalq/USP, o setor teve participação de 27,4% no PIB em 2021, correspondendo a uma movimentação de aproximadamente R$913,14 bilhões.

Além disso, as tendências de crescimento são positivas. Espera-se que, em 2022, a produção agrícola alcance 277,1 milhões de toneladas, um avanço de 9,4% em relação ao ano anterior.

Formação de cidades

Embora a participação no PIB brasileiro seja significativa, um dos principais elementos que mais comprovam o crescimento do agronegócio é a formação de novas cidades.

Isso acontece por conta do desenvolvimento e organização das atividades em áreas rurais, de modo a atender as necessidades urbanas, sociais e econômicas de famílias que residem na região.

Dessa forma, ocorre o nascimento de novos municípios, que unem ambos os ambientes a fim de promover melhor qualidade de vida para os trabalhadores e residentes, enquanto contribui para o aumento das ações relacionadas ao agro.

Confira os 5 estados mais ricos do agronegócio brasileiro

Enquanto isso, um estudo realizado pelo Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa) realizou levantamentos que mostram as cidades e regiões com a maior participação no crescimento do agronegócio no último ano, em âmbito nacional.

Ainda, também dividiu os municípios segundo o estado em que estão localizados, determinando as localidades mais ricas desse setor.

Em primeiro lugar, se destaca o Mato Grosso, com 35 das cidades mais ricas. Além disso, a região também é conhecida pela sua forte participação nas atividades de exportação agropecuária.

O segundo estado do ranking é o Mato Grosso do Sul, com 13 dos municípios melhor ranqueados pelo MAPA.

Na ordem, segue o estado de Goiás, com 10 cidades, também sendo reconhecido pela sua participação em atividades rurais. Em seguida, o estado mais rico e com maior crescimento do agronegócio é a Bahia, que se destaca entre a predominância do centro-oeste.

Isso acontece por conta do investimento e das ações de grandes empreendimentos, como o Agronegócio Estrondo, que está comprometido com o desenvolvimento do agronegócio no Oeste da Bahia.

Por fim, Minas Gerais é o quinto estado mais rico do setor, com 9 municípios bem colocados no ranking.

O que esperar do crescimento do agronegócio?

No futuro, espera-se que o crescimento do agronegócio alcance patamares ainda mais significativos, especialmente pelo avanço da tecnologia nesse setor.

Sua participação na economia brasileira se tornará ainda maior, promovendo o enriquecimento dos municípios, além de levar novas oportunidades para as áreas rurais que sustentam esse cenário positivo.

Entretanto, é importante reforçar que essa posição só pode ser alcançada a partir da participação e investimento de grandes empresas, como o Agronegócio Estrondo, que gera empregos e renda para a população, viabilizando crescimento e qualidade de vida para o Oeste da Bahia.

Dessa forma, cada vez mais cidades poderão expandir suas atividades, contribuindo para o crescimento econômico do país.

Assessoria

Publicidade
Governo de Rondônia
Betfair
ÓTICA DINIZ
Online Cassino


Desenvolvimento