Publicada em 20/12/2017 às 15:52

Um treino contra a esclerose múltipla

Exercícios de resistência, como os da musculação, podem atrasar a progressão da doença.

Resultado de imagem para esclerose múltipla

Pesquisadores capitaneados pela Universidade de Aarhus, na Dinamarca, constataram que a musculação e outras atividades de força beneficiam diretamente o cérebro de quem tem esclerose múltipla. Essa doença autoimune afeta o sistema nervoso, culminando em sintomas como fraqueza e dificuldades de locomoção.

“O efeito positivo dos exercícios no cérebro é conhecido, mas ainda não sabemos como ocorre”, conta a educadora física brasileira Jéssica Garcia, que trabalha com doenças neurodegenerativas na Universidade de Coimbra, em Portugal.

O que não se discute é a importância de aderir às sessões de ginástica. “Quem é ativo consegue manter a autonomia”, diz Jéssica. O educador físico Otávio Furtado, cujo mestrado foi focado na doença, concorda: “Há melhora no cansaço, no equilíbrio e na força muscular”.

Orientações para quem tem esclerose múltipla malhar em segurança

Resultado de imagem para TREINAMENTO esclerose múltipla

Comece devagar

Não era superativo antes? Então nada de virar atleta de repente.

Fuja do sol forte

O calor aumenta o risco de surtos. Lembre-se de manter a hidratação.

Faça natação em água morna

A temperatura adequada gira em torno de 26 a 30 °C. Nem fria nem quente.

Evite pancadas na cabeça

Modalidades como boxe e muay thai podem trazer mais prejuízos ao cérebro.

Avalie o melhor horário

Contorne a fadiga. Em geral, de manhã temos mais energia.

Como identificar um bom professor

É essencial buscar um profissional que se dedique a conhecer a doença e as limitações que ela impõe a cada pessoa. Um indivíduo com equilíbrio abalado terá necessidades diferentes das de alguém com enrijecimento muscular, por exemplo.

Veja ainda:

Publicada em 20/12/2017 as 15:27

Há uma dieta para perder aquela gordura na barriga?

Investigamos se estratégias na alimentação aceleram a diminuição de medidas do abdômen especificamente.

Publicada em 20/12/2017 as 15:16

Espaço saúde: O que é a dengue?

Com o início da temporada de chuvas, a tendência é que o número de atingidos por esse problema suba bastante.

Publicada em 20/12/2017 as 11:00

Comprovado: Consumo de frutas e vegetais diminui mortalidade e aumenta tempo de vida

Já é senso comum que comer frutas e vegetais traz benefícios à saúde, e, desde a década de 90.

Publicada em 20/12/2017 as 10:12

Com suspeita de surto, Várzea Grande (MT) tem mais de 700 casos de conjuntivite em dezembro

Vigilância Epidemiológica de Várzea Grande percebeu que não foram registrados casos significativos até novembro; número aumentou muito em dezembro.

Autor:  Vand Vieira
Fonte: saude.abril.com.br

Comente com o Facebook