Publicada em 18/06/2017 às 16:11

Mauro Mendes sofre derrota política feia para Valtenir

Em 2013, após várias rusgas internas, Valtenir Pereira(foto,) deixou o PSB para Mauro Mendes, mas levou consigo 12 dos 16 prefeitos. Agora, quatro anos depois, ele retorna novamente como presidente da sigla e vê Mendes perder espaço.

Resultado de imagem para MAURO MENDESMauro Mendes (foto), que costuma deixar para última hora definição de candidatura - foi assim para prefeito de Cuiabá em dois momentos e também para governador -, achou que seria "o cara". Tinha planos de assumir a presidência regional do PSB e conduzir toda negociação de alianças e reforçar seu projeto de concorrer ao Senado no mesmo palanque do governador Taques, que buscará a reeleição.

Mas o ex-prefeito cuiabano, achando-se uma personalidade "acima da média" e convicto de que seria cortejado pelas lideranças, no sentido de apoiá-lo, perdeu feio na estratégia para Valtenir, um deputado ignorado e considerado inexpressivo pelo próprio Mauro.

Resultado de imagem para VALTENIR PEREIRA

Agora, Valtenir, com apoio da cúpula nacional, voltou ao PSB e na condição de presidente estadual. Mauro, por sua vez, terá de buscar outra sigla para tentar viabilizar candidatura majoritária e ainda afinada com o Palácio Paiaguás, já que a legenda socialista tocada por Valtenir seguirá o caminho da oposição. Enquanto Mauro se mostra revoltado com o que chama de golpe, Valtenir comemora com a oposição o seu retorno ao PSB.

(RD NEWS)

Talvez muitos não se lembrem, mas o PSB era presidido por Valtenir Pereira em 2009, quando Mauro Mendes, antes filiado ao PR, migrou para a sigla sem consultá-lo. Na época, quem articulou a mudança foi Percival Muniz (PPS), que articulava uma oposição a Silval Barbosa (PMDB), o escolhido de Blairo Maggi (então PR) para sucedê-lo no Governo de Mato Grosso. Naquela época, Valtenir era aliado de Silval, mas acabou ofuscado pela “estrela” de Mendes e viu toda sigla caminhar com o novo filiado para oposição.

Valtenir Pereira afirma que retorna ao PSB para construir consensos e ajudar a reposicionar a sigla em Mato Grosso

Em 2013, após várias rusgas internas, Valtenir deixou o PSB para Mauro Mendes, mas levou consigo 12 dos 16 prefeitos. Agora, quatro anos depois, ele retorna novamente como presidente da sigla e vê Mendes perder espaço. De quebra, deverá levar o partido para a oposição de Pedro Taques, de quem Mendes é aliado. Como dizem por aí, “vingança é um prato que se come frio”.

(Olhar Direto)

Autor: O NORTÃO
Fonte: O NORTÃO

Comente com o Facebook