Publicada em 11/10/2017 às 11:51

Estado gasta R$ 6 mil com segurança da filha de Tião; assessoria diz que governador e família sofrem ameaças

Enquanto a violência segue fazendo vítimas em Rio Branco, contabilizando mais de 20 mortos nos primeiros 11 dias do mês de outubro.

Enquanto a violência segue fazendo vítimas em Rio Branco, contabilizando mais de 20 mortos nos primeiros 11 dias do mês de outubro, o governo do Estado do Acre disponibilizou uma policial militar para passar 30 dias em Brasília à serviço da filha do governador do Acre, Tião Viana (PT).

Tião Viana e familiares estariam sofrendo ameaças do crime organizado, diz assessoria de comunicação do Estado/Foto: Arquivo pessoal

Como justificativa da segurança pessoal garantida à filha do governador, que passou o mês de agosto em Brasília, a secretária de Comunicação do Acre, Andréa Zílio, afrimou à reportagem da Folha do Acre que o governador Tião Viana e seus familiares estão sofrendo constantes ameaças pelo fato dele combater o crime organizado que tenta se impor no Acre.

Com relação aos pagamentos da policial, vale ressaltar que a servidora ficou de 1 de agosto a 31 de agosto a serviço da filha do governador e recebeu R$ 6,4 mil em diárias e teve a ordem de pagamento liberada em 15 de setembro de 2017.

De acordo com a ordem de pagamento, “as diárias foram designadas para que a policial militar permanecesse continuamente no Distrito Federal, Brasília, no serviço de segurança dos familiares do excelentíssimo governador”.

A reportagem da Folha do Acre entrou em contato com a secretária Andréa Zílio, que confirmou o pagamento à policial e afirmou que tudo ocorreu dentro da lei.

“Tanto o governador do Estado, quando a vice-governadora e seus respectivos familiares tem por lei o direito a segurança pessoal. O decreto 5.317 08/2016 permite o pagamento continuo de diárias a servidores, mediante justificativa de excepcionalidade. Situação esta exposta por constantes ameaças feitas ao chefe do poder executivo e seus familiares em virtude da sua firme postura diante do crime organizado que tenta se impor no Acre”, diz.

Autor: folhadoacre.com.br
Fonte: folhadoacre.com.br

Comente com o Facebook