Publicada em 08/03/2018 às 13:52

Em Rio Branco, Procon fiscaliza e multa agências bancárias por demora em atendimento

Agência multada deixou clientes esperando até 2 horas por atendimento em caixa, segundo diretor. Fiscalização começou na terça (6) e não tem data para acabar.

Durante ação, Procon-AC multou agência por demora em atendimento (Foto: Alexandre Noronha/Secom)
Durante ação, Procon-AC multou agência por demora em atendimento (Foto: Alexandre Noronha/Secom)

Após várias reclamações de demora no atendimento, o Órgão de Proteção ao Consumidor no Acre (Procon-AC) iniciou uma ação de fiscalização nas agências bancárias em Rio Branco na terça-feira (6). A ação não tem data para terminar.

Durante a fiscalização, o órgão autuou uma agência bancária por descumprir a nova lei municipal nº 2.279/2018 que determina o tempo máximo de espera por atendimento em caixas. As multas podem chegar a quase R$ 300 mil, além do fechamento do local por até 30 dias e suspensão do alvará de funcionamento.

Ao G1, o diretor do Procon-AC, Diego Rodrigues, disse que durante a ação o órgão encontrou clientes que esperavam há duas horas para serem atendidos no caixa. A nova lei determina que os clientes sejam atendidos em 30 minutos no tempo normal e 45 minutos em feriados ou finais de semana.

“Essa ação é realizada constantemente. Mas, o que acontecia era que com a lei anterior nós não tínhamos sanções que fizessem os bancos respeitarem o tempo de espera e o direito do consumidor. Com essa alteração aprovada pela Câmara, temos sanções justas que são multas com os valores mais elevados”, explica.

O diretor diz que o objetivo é que todos os bancos em Rio Branco sejam fiscalizados. A agência que foi autuada, segundo ele, já tem histórico de não respeitar o direito do consumidor. Ele lembra que o Procon-AC tem vários canais de comunicação e também está presente na Central de Serviço Público (OCA), no Centro da capital.

“Fizemos um auto de infração, autuamos e o banco vai sofrer as sanções. Quem se sentir prejudicado pode e deve oficializar a denúncia e nossos ficais estão atentos e vão atender as demandas dessa natureza”, finaliza.

Autor: G1/AC
Fonte: G1/AC

Comente com o Facebook