Publicada em 11/03/2018 às 19:13

Em parceria com a Ufam, SEDUC abrirá vagas de mestrado em Educação para servidores da capital e do interior

Vagas são para professores e pedagogos da rede pública estadual.

Vagas são para professores e pedagogos da rede pública estadual.

A Secretaria de Estado de Educação e Qualidade do Ensino (SEDUC/AM), em parceria com a Universidade Federal do Amazonas (Ufam), disponibilizará, no primeiro semestre deste ano, 30 vagas para o curso de Mestrado em Educação, do Programa de Pós-Graduação de Educação da universidade. As vagas são para professores e pedagogos lotados nas escolas da rede pública estadual na capital e no interior do Estado. O edital de seleção será divulgado em breve.

De acordo com a diretora do Centro de Formação Profissional Padre José de Anchieta (Cepan) da SEDUC, Regina Marieta Teixeira, o mestrado contempla uma das metas previstas do Plano Estadual de Educação.

“A gente tem um objetivo, que é contemplar a meta 16 do Plano Estadual de Educação e também do Plano Nacional, que traz exatamente o investimento na formação nível lato sensu e stricto sensu. Com relação à estrutura da valorização, da formação em si, da formação docente, a Secretaria quer preparar esse professor, instrumentalizá-lo para ele exercer melhor a sua prática, a sua função enquanto docente. Nessas pós-graduações, eles vão se apropriar de ferramentas específicas de como fazer a abordagem didática das diferentes áreas do conhecimento, melhorar a sua performance enquanto professor e lógico, melhorar a estrutura da formação de cada aluno, potencializar a aprendizagem deles”, explicou.

Ainda segundo Teixeira, além das vagas já formalizadas, a SEDUC está em articulação para a oferta de novas oportunidades de mestrado.

“Já formalizamos 30 vagas com a Universidade Federal do Amazonas no Programa de Pós-graduação em Educação, que é um mestrado bem antigo da universidade. Estamos ainda em tratativas com outros programas de dentro da própria Universidade Federal para que a gente contemple mais 30 vagas e também em negociação com a Universidade do Estado. Nós temos uma meta e estamos correndo atrás para atender”, afirmou a diretora, acrescentando que as vagas serão também em outras áreas do conhecimento.

Requisitos

Para participar do processo seletivo, o servidor deverá ser detentor de cargo efetivo e estável de professor ou pedagogo da SEDUC, desempenhando ações, projetos ou programas que tenham relação com as linhas de pesquisa do mestrado: processos educativos e identidades amazônicas (linha 1); educação, políticas públicas e desenvolvimento regional (linha 2); formação e práxis do educador frente aos desafios amazônicos (linha 3); e educação especial e inclusão no contexto amazônico (linha 4).

Além disso, os interessados deverão atender aos seguintes requisitos: não estar frequentando curso de pós-graduação (stricto sensu), financiado pela SEDUC ou quaisquer órgãos ou agências do Estado e Governo Federal; não possuir titulação de mestrado; não estar cumprindo a contraprestação de serviço em decorrência de afastamento ou financiamento de estudo concedido pela Secretaria; ter a cumprir, pelo menos, cinco anos de efetivo exercício na Secretaria, contados a partir da data da inscrição no processo seletivo para completar as condições exigidas para a sua aposentadoria; possuir carga horária de trabalho entre 20h e 40h; ter disponibilidade de horário no turno em que ocorrerem as aulas do curso; e possuir curso de graduação.

Vagas

De acordo com a SEDUC, as vagas para o mestrado serão distribuídas da seguinte forma: professores e pedagogos lotados em escola (15 vagas); gestores escolares e coordenadores distritais e regionais (5 vagas); professores e pedagogos lotados nas coordenadorias Distritais e Regionais (5 vagas); professores e pedagogos lotados no macrossistema, que desempenham atividade fim, de acordo com a lei delegada nº 3642 de 26 de julho de 2011 (5 vagas).

O ingresso dos aprovados no processo seletivo será feito em duas turmas de 15 alunos, sendo uma em 2018 e a outra em 2019, respeitando a ordem de classificação decrescente.

O servidor que atua no interior do Estado, caso seja aprovado em todas as etapas do processo seletivo, deverá solicitar a sua remoção para a capital, onde permanecerá até a conclusão do curso. As despesas da remoção e permanência em Manaus deverão ser custeadas pelo próprio educador.

Veja ainda:

 
 





 

Publicada em 09/03/2018 as 17:31

Polícia pede quebra de sigilo telefônico para apurar suposto envolvimento de irmã em morte de professora no Amazonas

Irmã da vítima foi apontada como mandante do crime, mas negou envolvimento. Professora foi assassinada a facadas dentro de casa na terça-feira (6).

Publicada em 09/03/2018 as 11:08

Servidora na ativa e com mais tempo de atuação na educação recebe homenagem do secretário Lourenço Braga em homenagem ao Dia Internacional da Mulher

A novidade foi uma galeria com o título “Personalidades da Educação”, com placas de honra ao mérito.

Publicada em 08/03/2018 as 14:49

Homem que desapareceu em mata é encontrado após 20 dias, no interior do AM

Homem foi encontrado no início da tarde de quarta-feira (7), pelo Corpo de Bombeiros.

Publicada em 07/03/2018 as 20:00

Inscrições para a Olimpíada Brasileira de Matemática das Escolas Públicas (Obmep) estão disponíveis

No Amazonas, em 2018 os estudantes da rede pública estadual conquistaram 92 medalhas na competição, sendo 5 de ouro, 8 de prata e 79 de bronze, além de 378 menções honrosas.

Publicada em 07/03/2018 as 18:44

Cantor Manoel Passos celebra 60 anos da Bossa Nova com show no Teatro Amazonas

Evento acontece neste sábado (10) e tem entrada gratuita.

Publicada em 07/03/2018 as 11:03

Show 'Respeite as Maninhas' reúne cantoras no Teatro Amazonas no Dia da Mulher

O show integra a programação do festival SomAs, que vai realizar diversas atividades voltadas para o público feminino entre esta quarta (7) e o sábado (10). Além do espetáculo no Teatro, o SomAs terá ainda diversas oficinas direcionadas a mulheres.

Publicada em 06/03/2018 as 18:42

Valor da cesta básica tem aumento e chega a R$ 357,05 em Manaus, aponta Dieese

Cinco produtos apresentaram alta e sete tiveram queda em Manaus.

Publicada em 05/03/2018 as 21:31

Polícia vai investigar possível violação de envelopes de provas de concurso da DPE-AM

Delegado geral solicitou perícia técnica em envelopes abertos.

Publicada em 05/03/2018 as 00:32

Concursos e processos seletivos oferecem mais de 1,2 mil vagas no Amazonas; salários chegam a R$ 30 mil

Pelo menos quatro concursos públicos e processos seletivos estão com inscrições abertas no Amazonas. Eles oferecem mais de 60 vagas. Outros dois concursos, que somam 1.250 vagas, devem começar a inscrever candidatos nos próximos dias.

Publicada em 02/03/2018 as 17:45

Amazonas começa 2018 com menos 772 postos de trabalho, aponta Caged

Setor que mais demitiu foi o comércio, com -793 postos de trabalho. Dados do Ministério do Trabalho foram divulgados nesta sexta-feira (2).

 
Autor: Assessoria
Fonte: O Nortão

Comente com o Facebook