Publicada em 14/11/2017 às 21:03

Eficiência reduz em 34% o custo de internações no Hospital Regional de Cáceres

Redução ocorreu no setor de Ortopedia da unidade de saúde, que voltou a ser administrada pelo Governo do Estado.

Redução ocorreu no setor de Ortopedia da unidade de saúde, que voltou a ser administrada pelo Governo do Estado.

Assessoria SES MT

Resultado de imagem para ortopediaO Hospital Regional de Cáceres “Dr. Antônio Fontes” registrou uma redução de 5,95 dias para 3,9 dias no tempo de internação no setor de Ortopedia durante o mês de outubro de 2017 em relação ao mês anterior. Levando-se em conta que o custo/dia da internação por paciente é de R$ 690,97, tem-se uma redução do custo total de R$ 4.111,27 para R$ 2.694,78, o que equivale a uma economia de 34% por paciente e que em valores significa R$ 1.416,49.

“Percebe-se que houve uma melhoria na eficiência do hospital em relação aos pacientes ortopédicos, pois antes praticamente todos os pacientes que eram atendidos no setor de trauma e emergência eram hospitalizados, muitas vezes desnecessariamente”, explica o diretor técnico do hospital, Hernandez Coutinho.

Desde que a Secretaria de Estado de Saúde (SES) reassumiu a gestão do hospital, há 45 dias, segundo o diretor, os pacientes são atendidos e submetidos a procedimentos de acordo com suas necessidades.

Este modelo já resultou no aumento de 28% no número de atendimentos (171 em setembro para 219 em outubro). Entretanto, houve redução de 21,7% nas internações ortopédicas (198 em setembro para 152 em outubro).

“A redução das internações e do tempo de internação geraram melhorias em todos os aspectos, pois há maior giro de pacientes no hospital e melhor satisfação do usuário”, pontua Hernandez Coutinho.

Satisfação

Esses aspectos acima citados refletem no nível de satisfação dos pacientes. Pesquisa realizada pela Ouvidoria do Hospital Regional de Cáceres “Antônio Fontes” (HRCAF) revela que, em média, 99,47% dos pacientes atendidos no mês de outubro ficaram satisfeitos com os serviços prestados pela unidade estadual de saúde, referência para 22 municípios da região Oeste de Mato Grosso e também para a Bolívia.

A avaliação refere-se aos primeiros 30 dias da gestão da SES na referida unidade pública hospitalar.

Alguns serviços inclusive registraram aumento no grau de satisfação no mês de outubro em relação a setembro. A satisfação com os serviços médicos, por exemplo, subiu de 62,07% para 67,35%; de nutrição e dietética foi de 79,31% para 83,29%; e de hotelaria, de 81,38% para 83,56%.

Nos primeiros 30 dias sob a gestão da SES, o fluxo de cirurgias aumentou, reduzindo radicalmente o número de pacientes no corredor principal do hospital. Este fator é resultado da agilidade no atendimento do paciente desde sua entrada na unidade até a alta, cujo perfil é de urgência e emergência, reduzindo o tempo de internação e, consequentemente, os custos.

Nova gestão

A Secretaria de Estado de Saúde (SES) reassumiu a gestão do Hospital Regional de Cáceres no dia 1º de outubro depois que a Congregação Santa Catarina declarou não ter interesse em renovar contrato para continuar à frente da administração da unidade.

Outro fator que levou a SES a assumir o hospital foi o fato de a maioria dos prefeitos que compõem o Consórcio Intermunicipal de Saúde da Região Oeste terem voltado atrás na decisão de assumir a gestão.

Autor: Assessoria SES MT
Fonte: O Nortão

Comente com o Facebook