Publicada em 09/01/2018 às 19:05

Cidade do Acre que chegou a decretar estado de emergência por causa da malária reduz casos em 22%

Em todo ano de 2017, foram mais de 4,6 mil casos da doença. Saúde diz que ações estão sendo feitas na região.

No começo de 2017, a cidade de Rodrigues Alves, no interior do Acre, chegou a decretar estado de emergência devido aos altos números de malária na região. Porém, o ano terminou com saldo positivo de uma redução de 22% nos cados da doença em relação a 2016.

Os dados são da coordenação de Endemias da cidade. De acordo com o levantamento, em 2016 foram 5.996 casos de malária contra 4.678 em 2017.

Mesmo com uma situação crítica que fez a cidade ficar em alerta, os números apontaram uma redução que deve se manter com ações voltadas ao combate da doença.

“Alcançamos nossa meta. Estabelecemos uma redução de 20% e obtivemos uma redução de 22%. Atribuímos esse resultado as ações que desenvolvemos entre as secretarias do município e o apoio da população que fez a sua parte”, destaca o coordenador de Endemias, Laurênio Menezes.

Para 2018, outras medidas foram traçadas para continuar manter essa redução. “Queremos cada vez mais contar com apoio da população. Estabelecemos a meta de redução anual de 20% para isso a borrifação intra domiciliar e espacial serão intensificados em regiões com maior incidência da doença”, finaliza.

Autor: G1 AC
Fonte: G1 AC

Comente com o Facebook