Publicada em 04/08/2014 às 14:01

Certificação para LED deve transformar mercado de iluminação

Os prazos para as mudanças chegarem ao consumidor devem ser conhecidos quando publicado o decreto no Diário Oficial.

Nos próximos meses deve ser publicada a Portaria do Inmetro no 477, que estabelece níveis mínimos de qualidade para lâmpadas de LED. Os prazos para as mudanças chegarem ao consumidor devem ser conhecidos quando publicado o decreto no Diário Oficial.

Se o setor de iluminação já passou por abruptas mudanças com o surgimento dos LEDs (sigla em inglês para diodo emissor de luz) e a retirada das incandescentes, as transformações impostas pelo regulamento devem renovar o panorama do nicho. “Esperamos que esta norma possa retirar do mercado os produtos com tecnologia LED de baixa qualidade e que possa também padronizar alguns parâmetros facilitando para que o consumidor possa escolher o melhor produto para sua aplicação”, afirma Fabio de Oliveira, engenheiro de produtos da Lâmpadas Golden.

A empresa, que aplica esforços em laboratórios de testes para garantir a qualidade de seus produtos, prevê que muitas marcas devem sair do mercado por não atenderem aos padrões mínimos e não possuírem investimento para melhoria de seus produtos e para submetê-los aos testes necessários. No campo de evolução cientifica, Oliveira acredita que a portaria estimulará o contínuo progresso como distinção do LED. “Quanto melhor for o produto, mais diferencial ele tem e não haverá barreiras nem na certificação, nem na pesquisa”, diz.

O regulamento será compulsório e terá diferentes prazos para adequação, como aconteceu nas mudanças recentes da lâmpada fluorescente compacta. As exigências técnicas foram baseadas em normas internacionais, reuniões com empresas e entidades representativas do setor, além da consulta pública que terminou em dezembro de 2013.

O consumidor poderá identificar os produtos certificados por selos nas embalagens, como acontece no Programa Brasileiro de Etiquetagem, com a Ence (Etiqueta Nacional de Conservação de Energia). Enquanto o prazo final não chega, o consumidor deve escolher marcas reconhecidas pelo mercado, que possuam tradição no segmento de iluminação e que tenham outros produtos que atendam outras normas de qualidade.

 

Sobre a Lâmpadas Golden

A Lâmpadas Golden é uma empresa de iluminação que atua no mercado brasileiro desde 1990, cujas soluções são reconhecidas por garantir os melhores níveis de eficiência energética com preço acessível. A empresa que é referência em LED dispõe de um leque de produtos tanto para o consumidor final como para o profissional da área, com soluções versáteis para atender a demanda do mercado doméstico e do especializado, que vai da indústria, ao comércio passando pela Iluminação Pública.

Todas suas linhas atendem as normas técnicas nacionais e têm como compromisso oferecer soluções sustentáveis em iluminação, com produtos que aliam durabilidade com melhoria do fluxo luminoso e menor consumo de energia. O processo de produção em unidades fabris fora do Brasil é guiado pelo Sistema de Garantia da Qualidade certificado pela ISO 9001.

Seu portfólio de produtos inclui também lâmpadas de halogênio, fluorescentes compactas e tubulares, de descarga (metálica, mista, mercúrio e sódio), além de acessórios, transformadores, refletores e fontes eletrônicas. Sua política comercial com foco no cliente tem trabalhado na popularização dos produtos eficientes energeticamente, onde o LED apresenta-se com grande diferencial de mercado. Sua meta é crescer neste segmento, fazendo da Golden sinônimo de LED.

A empresa também é associada da Abilumi (Associação Brasileira de Importadores de Produtos para Iluminação) e membro do Green Building Council Brasil.

Saiba mais sobre a Lâmpadas Golden no site www.lampadasgolden.com.br e conheça as novidades e tendências do mercado de iluminação no blog www.golden.blog.br.

Autor: Assessoria
Fonte: O Nortão