Publicada em 06/10/2017 às 14:09

Campilobacteriose - como é a doença?

A campilobacteriose é uma doença infecciosa de caráter zoonótico (afeta os animais e o Homem) que acomete o trato intestinal.

Resultado de imagem para campilobacteriose

O que é campilobacteriose?

A campilobacteriose é uma doença infecciosa de caráter zoonótico (afeta os animais e o Homem) que acomete o trato intestinal. Como ela muitas vezes não causa sintomas ou um grande mal-estar, muitos casos não chegam a ser diagnosticados.

Quais são as causas da campilobacteriose?

A campilobacteriose é causada pela ingestão de alimentos ou bebidas contaminadas com vários tipos de uma bactéria chamada Campylobacter (C. fetus, C. coli e C. jejuni). As principais fontes de infecção são carnes cruas ou mal cozidas, ovos, leite em estado bruto ou água contaminada. Em raros casos, o contato com pessoas ou animais infectados pode transmitir a doença. A infecção pela bactéria Campylobacter também pode ocorrer por manusear fezes humanas ou de animais infetados.

Quais são as principais características clínicas da campilobacteriose?

Embora a doença possa afetar qualquer pessoa, ela é mais frequente em bebês e crianças com menos de 10 anos de idade. O paciente infectado com Campylobacter pode não ter sintomas significativos, mas é comum que, dentro de dois a cinco dias após a exposição à bactéria Campylobacter, a pessoa desenvolva alguns dos seguintes sintomas: diarreia, náuseas e vômitos, cólicas, dores abdominais, febre, fadiga e sangue nas fezes.

Como o médico diagnostica a campilobacteriose?

Uma vez suspeitando da infecção a partir dos sintomas e da história clínica do paciente, os médicos podem usar testes laboratoriais (cultura de fezes) para identificar a bactéria Campylobacter.

Como o médico trata a campilobacteriose?

A maioria das pessoas infectadas com a bactéria Campylobacter recupera-se sem tratamento específico. No entanto, a terapia antimicrobiana pode ser recomendada para pessoas com sistema imunitário debilitado. O paciente deve beber muitos líquidos para evitar a desidratação. Em casos graves, pode ser necessária reidratação intravenosa.

Como evolui a campilobacteriose?

A maioria das pessoas contaminadas pela Campylobacter se recupera dentro de cerca de dez dias, sem qualquer tratamento. A morte por campilobacteriose é muito rara e, normalmente, encontra-se confinada a crianças, idosos e doentes cujo sistema imunitário se encontra comprometido.

Quais são as complicações possíveis da campilobacteriose?

Em alguns poucos casos, a campilobacteriose pode levar a outras doenças, tais como colite, artrite, meningite e síndrome de Guillain-Barré, uma doença neurológica que pode resultar em paralisia temporal.

Veja ainda:

Publicada em 06/10/2017 as 13:24

O que as pessoas do mundo todo fazem para ser mais saudáveis

Estudo mapeia os hábitos mais adotados por brasileiros e pela população de outros 16 países para garantir bem-estar.

Publicada em 06/10/2017 as 12:49

Hospital do Câncer de Mato Grosso atende o município de Aripuanã

A ação visou levar o atendimento gratuito preventivo possibilitando que os casos suspeitos sejam encaminhados para tratamento no hospital.

Publicada em 06/10/2017 as 13:01

Por dentro do azeite: fuja das fraudes

Análises recentes indicam que tem muito produto fraudado no Brasil. Saiba como evitar enganações.

Publicada em 06/10/2017 as 01:44

Lei que obriga uso de selo fiscal de controle em vasilhames de água mineral entra em vigor em 2018 em Rondônia

Os vendedores de água mineral ainda terão 90 dias, a contar de 1º de janeiro de 2018, para adaptar o vasilhame à nova norma.

Autor: abc.med.br
Fonte: abc.med.br

Comente com o Facebook