Publicada em 12/04/2013 às 07:33

A volta de Jesus - Por Pastor Alejandro Bullón

"Não se turbe o vosso coração; credes em Deus, crede também em mim. Na casa de meu Pai há muitas moradas. Se assim não fora, eu vo-lo teria dito. Pois vou preparar-vos lugar...


"Pr. Williams Costa Jr.: - Uma das maiores emoções da vida é rever amigos, parentes, pessoas queridas. A saudade é algo que machuca e é resultado da separação entre pessoas queridas. Na Palavra de Deus encontramos promessas maravilhosas de reencontro com nosso Salvador, Aquele que nos criou, que nos mantém e que deu a vida para nos salvar. Pastor Bullón, como podemos ter certeza de que Jesus Cristo vai voltar?

Pr. Alejandro Bullón: - Na palavra de Deus encontramos a grande e maravilhosa promessa da volta de Jesus, registrada no Evangelho de São João. Diz assim: "Não se turbe o vosso coração; credes em Deus, crede também em mim. Na casa de meu Pai há muitas moradas. Se assim não fora, eu vo-lo teria dito. Pois vou preparar-vos lugar. E quando eu for, e vos preparar lugar, voltarei e vos receberei para mim mesmo, para que onde eu estou, estejais vós também." (S. João 14:1-3) Esta é uma promessa contundente. Hoje as pessoas se perguntam: Como é que o mundo vai acabar? Alguns acham que vai acabar pela explosão demográfica, ou seja, a produção de alimentos não será suficiente para tantas pessoas; acham que os homens vão comer-se uns aos outros e assim o mundo acabará. Outros acham que será a Terceira Guerra Mundial ou uma bomba atômica; há ainda quem ache que um meteorito gigante vai bater contra a Terra, enfim, cada um inventa sua teoria. Eu prefiro ficar com a Palavra de Deus que me diz que Jesus vai vir a este mundo para pôr um ponto final na história de dor, e sofrimento do ser humano e vem buscar Seus filhos para morar com Ele eternamente.

Pr. Costa Jr.: - Quando isso irá acontecer? Quando é que Jesus vai voltar?

Pr. Bullón: - Interessante que a Bíblia tem resposta para tudo. Aqui no Evangelho segundo São Mateus no capítulo 24 diz uma coisa muito bonita, veja: "Aprendei, pois, a parábola da figueira: quando já os seus ramos se renovam e as folhas brotam, sabeis que está próximo o verão. Assim também vós: quando virdes todas estas cousas, sabeis que está próximo, às portas." (S. Mateus 24:32 e 33) "Quando virdes todas essas coisas", que coisas? E aí, todo capítulo 24 de São Mateus fala de algumas coisas que estão acontecendo em nossos dias: violência, desamor, egoísmo, marginalidade, delinqüência, o mercantilismo da religião, profetas falsos que aparecem por aqui e por lá, guerras, rumores de guerras, terremotos, pestilência, fome.

Pr. Costa Jr.: - Quer dizer que todos estes fatos terminam sendo sinais de que Ele deve estar chegando?

Pr. Bullón: - Pelo menos Jesus diz assim: "- Quando vocês vêem que a figueira está mudando de folha, sabem que o verão está chegando; e quando vocês virem todos estes sinais, devem saber que Minha volta está próxima."

Pr. Costa Jr.: - A Palavra de Deus explica como Ele virá. Mas algumas pessoas contestam o modo de Sua vinda porque a lei da gravidade que diz todo corpo lançado no espaço é atraído para a Terra. A Bíblia diz que Jesus vai voltar no Céu, como se explica isso?

Pr. Bullón: - Primeiro eu vou ler o que a Bíblia diz em relação à volta de Cristo: "Logo em seguida à tribulação daqueles dias, o sol escurecerá, a lua não dará a sua claridade, as estrelas caírão ... Então aparecerá no céu o sinal do Filho do homem; todos os povos da terra se lamentarão e verão o Filho do homem vindo sobre as nuvens do céu com poder e muita glória." (Mateus 24:29 e 30) Agora, algum incrédulo pode dizer: "Como é este negócio?! Como Ele virá? E a lei da gravidade, e isto, e aquilo?" Acontece que a volta de Cristo é um ato miraculoso. A Bíblia diz que quando Jesus esteve nesta terra, uma noite andou sobre as águas do mar. Isto é contra a lei da física que diz que se alguém fizer isso, afunda, mas Ele andou. Milagre não se compreende; não está limitado por leis físicas. Milagres têm que ser aceitos.

Pr. Costa Jr.: - É um fato sobrenatural.

Pr. Bullón: - Extrapola tudo que é natural. A volta de Cristo é um ato miraculoso, sobrenatural, não tem explicação humana, mas se Ele foi capaz de estabelecer as leis da física, se Ele foi capaz de quebrar essas leis andando sobre as águas do mar, não será capaz de vir nas nuvens do céu? Por que não?

Pr. Costa Jr.: - Outra pergunta freqüente dos telespectadores é o que vai acontecer quando Jesus voltar? Sendo este um evento miraculoso, que eventos fantásticos ocorrerão paralelos à volta de Jesus? O que realmente vai acontecer aqui na terra?

Pr. Bullón: - Acontecerão pelo menos três coisas: aqueles que viveram, nesta Terra, uma vida de comunhão com Jesus, (e eu, querido amigo, gostaria que você estivesse entre eles) farão o que diz Isaías 25:9: "Naquele dia se dirá: Eis que este é o nosso Deus, em quem esperávamos, e ele nos salvará; este é o Senhor, a quem aguardávamos: na sua salvação exultaremos e nos alegraremos." Esta será a exclamação daqueles que hoje, vivem uma vida de comunhão com Deus. Quando Jesus voltar, levantarão os braços e dirão: "Glória a Deus, finalmente chegou o grande dia! Na terra, falávamos com Ele através da oração, acreditávamos Nele pela fé, mas agora podemos vê-Lo, está vindo, podemos abraçá-Lo". Que experiência maravilhosa! Por outro lado, o livro do Apocalipse retrata a situação daqueles que não quiseram aceitar a Jesus. Diz o seguinte: "As estrelas do céu caíram pela terra, como a figueira, quando abalada por vento forte, deixa cair os seus figos verdes, e o céu recolheu-se como um pergaminho quando se enrola. Então todos os montes e ilhas foram movidos de seus lugares. Os reis da terra, os grandes, os comandantes, os ricos, os poderosos, e todo escravo e todo livre se esconderam nas cavernas e nos penhascos dos montes, e disseram aos montes e aos rochedos: Cai sobre nós, e escondei-nos da face daquele que se assentada no trono, e da ira do Cordeiro."(Apocalipse 6:13-16) É um quadro completamente diferente. Enquanto uns abrem os braços para receberem a Jesus com alegria, outros escondem-se desesperados porque não podem suportar Sua presença. Não acreditaram Nele, perseguiram-No, caçoaram da fé, da religião e agora vêem que tudo é realidade: Jesus está voltando e eles têm medo de encontrarem-se com Ele.

Pr. Costa Jr.: - Essa sua descrição refere-se às pessoas vivas que tiveram ou não comunhão com Jesus. Mas e os mortos? O que vai acontecer com eles?

Pr. Bullón: - Isto é interessante. Não quero responder, mas sim, ver na Bíblia o que acontecerá com os que estiverem mortos, mas que em vida, acreditaram em Jesus, tiveram comunhão com Ele, mas infelizmente, morreram antes da Sua volta. Paulo diz em I Tessalonicenses 4:16: "Porquanto o Senhor mesmo, dado a sua palavra de ordem, ouvida a voz do arcanjo, e ressoada a trombeta de Deus, descerá dos céus, e os mortos em Cristo ressuscitarão primeiro".

Pr. Costa Jr.: - Que promessa!

Pr. Bullón: - Querido, eu tenho esperança de ver meu pai quando Cristo voltar. Dois meses antes de morrer, ele finalmente aceitou a Jesus. Eu tive a alegria de batizá-lo. Quando tive que retornar ao Brasil, tanto ele quanto eu sabíamos que ele iria morrer. Ao despedir-nos ele me abraçou e disse: "Filho, vá tranqüilo. Se alguma coisa acontecer quando você estiver longe, não precisa voltar. Quando Cristo retornar, porém, quero ver você." Essa é a esperança que eu tenho. Se você perdeu um ser querido, seu pai, sua mãe, um amigo, um filho e você acredita em Jesus, nem tudo está perdido. Seu filho não anda vagando por aí em forma de espírito, ele descansa em Cristo. E quando Cristo voltar, e o arcanjo fizer soar a trombeta, Jesus devolverá seu filho em seus braços e você poderá abraçá-lo e viver com ele eternamente.

Pr. Costa Jr.: - Amém. Que promessa! Normalmente quando vamos receber alguém que amamos, fazemos preparativos. Limpamos a casa, trocamos os lençóis, preparamos a comida e tudo com muito carinho. O amigo Jesus está voltando. Eu lhe pergunto, que preparação precisamos fazer para nos encontrarmos com esse Amigo?

Pr. Bullón: - Jesus dá a resposta em Mateus 24:42: "Portanto, vigiai, porque não sabeis em que dia vem o vosso Senhor." Sabe, nós como seres humanos não sabemos o dia e a hora da volta de Cristo, só Deus sabe. Portando, ao nos aproximarmos do ano 2000, não adianta fazer conjeturas. Deus não revelou o dia nem a hora de Sua volta. Agora, Ele nos alertou quanto a todos esses sinais que estão acontecendo, como: desequilíbrio ecológico, desamor, egoísmo, imoralidade, perversões, pestilências, mortes, exploração, luta do capital com o trabalho, para que saibamos de uma coisa: "Eu já estou para vir. Agora, como você não sabe o dia e a hora", diz Jesus, "deve vigiar e estar permanentemente preparado." Mesmo porquê, se Cristo não voltar agora, podemos morrer a qualquer momento. E se morrermos hoje, só ressuscitaremos quando Cristo voltar. Por isso temos que estar preparados. Mas preparados como? Vivendo uma vida de comunhão com Cristo. Mentalizando Jesus na vida: andando, trabalhando, viajando, comendo, vestindo, jogando bola. Em tudo que você fizer, Jesus tem que estar presente. Cristianismo, não é apenas ir à igreja, é viver uma vida de permanente companheirismo com Jesus. Quem viver esta experiência, não deve ter medo da volta de Jesus, porque ela será o encontro com esse Amigo maravilhoso.

Pr. Costa Jr.: - Quando eu era pequeno, às vezes meu pai viajava. Se eu fazia alguma coisa errada, sabia que provavelmente seria punido com algum castigo quando ele voltasse. Encontramos na vida, muitas pessoas que olham para o futuro com medo porque Jesus está voltando. Sabem que têm feito coisas erradas e quando ouvem falar que Jesus está vindo, ao invés de sentirem alegria, sentem medo. Pastor, o que fazer com o fato de sentir medo por Jesus estar voltando? O que o senhor diria a essas pessoas?

Pr. Bullón: - Sabe por que uma pessoa sente medo da volta de Jesus? Porque sente medo Dele aqui na terra também. O problema é que muitas vezes as religiões ensinam a ter medo de Deus: "Ah!" dizem, "Deus é o Santíssimo que está lá no trono, e nós somos indignos, miseráveis, pecadores". Só faltam dizer que temos que rastejar como vermes para chegar até Ele. Mas não é assim. Paulo disse: "Aproximemo-nos pois confiadamente do trono de nosso Pai"(Hebreus 4:16). Ele é meu Pai, Deus não é apenas meu Deus. Claro que é meu Deus, Criador, Rei, é Soberano na minha vida, mas acima de tudo Ele é meu Pai. E de um Pai querido, a gente não tem medo. Quando estamos tristes, ligamos para o Pai, quando temos vontade de chorar, choramos no ombro do Pai. Pelo menos, eu tenho tentado ser este tipo de pai para os meus filhos, e me sentiria muito triste se tivessem medo de mim. Deus sentete-Se triste quando Seus filhos, nesta terra, têm medo Dele. "Ah, tenho que me portar bem, senão Deus me castiga. Tenho que andar direito senão o juízo divino cai sobre mim!" Não! esse modo de servir a Cristo não faz sentido, porque o cristianismo, é um relacionamento de amor com Cristo. Então, quem vive uma experiência de amor com Jesus, não precisa temer Sua volta, porque ela será nada mais que o grande encontro corporal com esse Cristo maravilhoso que hoje vemos pela fé.

Pr. Costa Jr - Pastor, será que a esperança da volta de Jesus pode ser realidade para qualquer pessoa?

Pr. Bullón: - Depende do tipo de cristianismo que se vive. Se você, meu querido, vive um tipo de cristianismo institucional, que é aquele que, apenas pelo fato de pertencer a uma igreja e de freqüentá-la toda semana, você acha que é cristão, então a volta de Cristo não tem muita esperança pra você. Porque toda a sua fé está construída na igreja, na religião, na doutrina. Porém, se você acredita que está na igreja como resultado de uma coisa bonita que acontece todo dia em sua vida, como acordar de manhã e a primeira coisa que faz é pensar em Jesus, tomar banho com Jesus, tomar café da manhã com Jesus, sair para trabalhar com Jesus e à noite, voltar cansado, mas com Jesus, assim, em sua vida, Cristo não é um nome, não é uma teoria, Cristo é uma pessoa que vive diariamente ao seu lado. Então, se você fecha os olhos e diz: "Senhor, eu tenho saudades de Ti! Hoje eu posso ver-Te pelos olhos da fé, eu posso falar Contigo através da oração, mas não posso tocar-Te ou sentir-Te", finalmente quando Cristo voltar, aí sim, Ele lhe dará as boas vindas ao reino dos Céus, preparará uma mesa maravilhosa onde você sentará; Ele lhe dará a mão e lhe abraçará. Você poderá então, chorar todas as mágoas desta terra, pois, finalmente, o beijo do Pai, apagará todas as lembranças tristes de sua vida.

Pr. Costa Jr.: - É uma esperança maravilhosa! Peço a Deus que você se agarre na certeza desse encontro. Que seu coração se encha de esperança, porque Jesus está voltando para levar você para morar com Ele eternamente no lar celestial.

 

ORAÇÃO

Querido Pai, hoje vimos que a volta de Cristo é um fato. Ela acontecerá queiramos ou não, estejamos preparados ou não, Jesus voltará a esta Terra porque a Sua Palavra o disse. Eu Te suplico que respondas a oração de milhares de pessoas que neste momento abriram seu coração e disseram: "Oh, Senhor Jesus, eu quero me preparar para estar Contigo naquele dia." Especialmente aquelas pessoas que estão tristes porque perderam um ente querido, que neste momento, no coração deles, brilhe a esperança de que nem tudo está perdido. Quando Jesus voltar, devolverá a esses pais, seus filhos queridos que já descansam. Mas também quero Te suplicar agora, uma bênção muito, muito especial a todos que desejam renovar sua amizade Contigo e viver uma vida de comunhão. Ajude-os Pai, a desfrutar a alegria da Tua presença. Em nome de Jesus, amém.

Autor:  Alejandro Bullón
Fonte: O Nortão