Publicada em 12/03/2018 às 12:30

Caixa-preta de avião que caiu com noiva e amigas no Irã é recuperada

Dados registrados devem ajudar autoridades a descobrirem causa do acidente, que matou 11 pessoas a bordo. Passageiras voltavam de uma despedida de solteira nos Emirados Árabes Unidos.

Foto que foi postada no Instagram de Mina Basaran mostra ela e amigas em hotel de luxo em Dubai com a legenda #minasbachelorette (despedida de solteira da Mina). Mídia turca diz que amigas eram as passageiras de jato que caiu neste domingo (11) no sudoeste do Irã (Foto: Reprodução/Instagram/Mina Basaran)
Foto que foi postada no Instagram de Mina Basaran mostra ela e amigas em hotel de luxo em Dubai com a legenda #minasbachelorette (despedida de solteira da Mina). Mídia turca diz que amigas eram as passageiras de jato que caiu neste domingo (11) no sudoeste do Irã (Foto: Reprodução/Instagram/Mina Basaran)

Autoridades iranianas recuperaram, nesta segunda-feira (12), a caixa-preta do avião particular turco que caiu no domingo (11) em uma região montanhosa no sudoeste do país. A aeronave transportava Mina Basaran, de 28 anos, filha do empresário bilionário Basaran, e sete amigas, que voltavam de sua despedida de solteira. Segundo o jornal turco "Hürriyet", o casamento de Mina seria em abril.

O avião ia dos Emirados Árabes Unidos para Istambul e pertencia a uma companhia turca da família Basaran. Todos os 8 passageiros e 3 tripulantes a bordo morreram, segundo anunciou o ministério de Transportes da Turquia.

De acordo com um comunicado da Organização de Aviação Civil Iraniana citado pela agência de notícias France Presse, o avião caiu às 18h09 (hora local, 11h39 em Brasília), pouco depois de o piloto reportar "problemas técnicos" e pedir autorização para descida.

Equipes de resgate carregam corpo de passageira morta em queda de avião turco no Irã (Foto: Morteza Salehi/Tasnim News Agency via AP)
Equipes de resgate carregam corpo de passageira morta em queda de avião turco no Irã (Foto: Morteza Salehi/Tasnim News Agency via AP)

De acordo com autoridades dos Emirados Árabes Unidos, a aeronave não precisou de nenhum procedimento de manutenção enquanto estava em solo, no aeroporto de Sharjah. As causas do acidente ainda são desconhecidas, mas uma testemunha disse à TV estatal que viu a aeronave em chamas antes da queda.

A recuperação da caixa-preta deve ajudar os investigadores a entender o que aconteceu. O equipamento registra os diálogos dentro da cabine de comando, as comunicações entre a aeronave e a torre de controle, assim como outros dados de voo.

Destroços do avião privado turco que caiu no Irã (Foto: Alireza Motamedi/Tasnim News Agency via AP)

Autoridades recuperaram os corpos de todas as vítimas na região da queda do avião, as montanhas de Zagros, perto de Shahr-e Kord, a 370 quilômetros de Teerã. As fortes chuvas e o difícil acesso à região imediram que helicópteros de resgate chegassem ao local no domingo.

As famílias das vítimas chegaram nesta segunda a Shahr-e Kord junto com diplomatas turcos, segundo a agência estatal IRNA.

Autor: G1
Fonte: G1

Comente com o Facebook