Conectado por

Rondônia

MP de Rondônia defende o uso de “bodycam” e câmeras nas viaturas da PM


Compartilhe:

Publicado por

em

A coordenadora do Grupo de Atuação Especial de Defesa do Patrimônio Público e Combate à Criminalidade (Gaecri), promotora de Justiça Fernanda Alves Pöppl se reuniu nesta terça-feira (12) com o corregedor-geral da Polícia Militar, tenente coronel França, no Comando da corporação em Porto Velho.

A visita foi institucional de cortesia e também ocorreu em sequência a conversas anteriores. A Promotora também tratou de dois assuntos importantes referentes a atuação policial. O principal deles foi em relação ao uso de “bodycam”, as câmeras corporais, pelos policiais militares nas abordagens e câmeras nas viaturas.

O MPRO defende o uso desses equipamentos, conforme explicou a promotora de Justiça, com uma estratégia que pode diminuir a violência do policial nas ações diárias, bem como proteger os agentes da lei de quaisquer acusações, como abusos na atuação.
“Já existem estudos que apontam que o uso da bodycam ajuda a reduzir a letalidade e a violência policial”, explicou a Coordenadora do Gaecri, reforçando que o referido equipamento também reduz a resistência de pessoas no momento da prisão.

O estado de São Paulo, que já utiliza, registrou uma redução de 87% nas ocorrências de confrontos armados, conforme levantamento da Secretaria de Segurança Pública daquele estado.

Outro assunto tratado na reunião, que também está sendo alinhado pelo MP, por meio do Gaecri e Grupo de Atuação Especial de Controle Externo da Atividade Policial e Fiscalização da Execução Penal (Gaesp), foi a questão do ingresso de policiais em domicílios sem mandado judicial, em casos de fundada suspeita do consentimento de infrações penais, que têm sido objeto de inúmeras decisões judiciais

A promotora de Justiça esteve acompanhada pelo subcoordenador da Gabinete de Segurança Institucional (GSI), tenente coronel Philippe Rodrigues Menezes.

MP/RO

Publicidade
Betfair
ÓTICA DINIZ
Online Cassino


Desenvolvimento