Conectado por

Amazonas

Em sete meses de 2021, Manaus registrou mais de 10 mil casos de celulares roubados e 4 mil furtos


Compartilhe: Entre no nosso grupo do Whatsapp

Publicado por

em

De janeiro a julho deste ano, Manaus registrou 10.703 casos de roubos de celular. No mesmo período de 2020, a capital registrou a marca de 10.601, o que representa um aumento de 1% desse tipo de crime. O número, porém, ainda está abaixo do registrado em 2019 nesses sete meses, quando ocorreram 12.638 roubos de celular em Manaus.

Em relação ao ano inteiro, somente em 2019 foram registrados 21.316 casos de roubo de celular em Manaus. Já em 2020, a capital teve 18.358 casos.

Os dados são da Secretaria de Segurança Pública do Amazonas disponibilizados ao g1.

A Secretaria de Segurança Pública também divulgou dados de furtos de celulares na capital. De janeiro a julho de 2019, a capital registrou 6.149 furtos de aparelhos. No ano seguinte, no mesmo período, foram 4.423 casos. Já nos primeiros sete meses de 2021 foram registrados 4.089 furtos.

O que fazer em caso de roubo ou furto?

g1 procurou o titular da Delegacia Especializada em Roubos, Furtos e Defraudações, delegado Denis Pinho, para orientar pessoas que forem vítimas desses casos. Segundo o delegado, as pessoas que forem vítimas de roubo ou furto de celular devem, imediatamente, registrar o boletim de ocorrência.

O boletim de ocorrência pode ser feito tanto em uma delegacia mais próxima ou por meio da delegacia virtual.

“É sempre importante colocar todos os detalhes do aparelho no registro da ocorrência, ou seja, a cor do celular, o modelo, o chip que era utilizado, o número de telefone, além do número de série daquele aparelho que é identificado sempre na nota fiscal, ou na caixa do aparelho, que é conhecido como IMEI”, explicou.

O IMEI sigla em inglês para Identificação Internacional de Equipamento Móvel, é o registro digital único de cada celular, uma espécie de documento de identidade do aparelho telefônico. Quem não tiver a caixa do aparelho, e o celular ainda em mãos, pode obter essa numeração é discar o código *#06#.

Conforme o delegado, após registrar o caso, a polícia civil inicia o trabalho de investigação para tentar localizar o aparelho que foi roubado ou furtado.

“Se alguém for vítima de roubo, não compensa reagir. Não reaja de forma nenhuma. Infelizmente, a ação da surpresa já está em beneficio do criminoso. Então, qualquer tipo de reação que possa esboçar, evidentemente, vai se tornar ineficaz e vai colocar em risco a própria vida”

Como se prevenir?

O delegado orientou que a população use o celular de forma discreta.

“Se for precisar acessar o aparelho em ambiente público, que seja de uma forma rápida e discreta para que não possa chamar atenção dos criminosos. E sempre colocar o celular em um local de maior segurança possível”, explicou.

A pessoas que transitam de ônibus ou têm o hábito de andar pela rua para fazer uma caminhada ou corrida, não devem ostentar objetos de valores, principalmente os aparelhos celulares.

delegado Denis Pinho, titular da DERFD — Foto: PC-AM

delegado Denis Pinho, titular da DERFD — Foto: PC-AM

G1.globo.com

Publicidade
Casas De Apostas Online

ALE-RO

ÓTICA DINIZ



Desenvolvimento