Conectado por

Saúde

Como se proteger de doenças que tendem a aparecer no período de inverno


Compartilhe:

Publicado por

em

O mês de junho chega, e com ele, o inverno, com temperaturas mais baixas e maior incidência de casos de gripes, alergias e resfriados. O corpo começa a sentir a mudança do clima, e dependendo do lugar, o tempo pode ficar úmido demais ou seco demais.

Nesses tempos, não é raro ver pessoas que precisam ficar fora por alguns dias para se recuperar dos sintomas, principalmente crianças e idosos, que costumam ter a imunidade mais frágil, frente a mudanças bruscas de temperatura.

Mas, afinal, o que é possível fazer para se proteger das chamadas “doenças de inverno”? Confira as dicas abaixo!

Manter a hidratação

Pode parecer clichê, mas manter-se hidratado é uma das melhores maneiras de manter o seu corpo e a sua imunidade em funcionamento. Isso porque, ao ficar desidratado, o corpo começa a apresentar ressecamento também das vias respiratórias, o que pode ser um prato cheio para as doenças de inverno.

Por isso, mantenha-se sempre hidratado e, ao dormir, use um umidificador ou uma toalha molhada para umidificar o ambiente. Também vale usar um soro fisiológico para umidificar as narinas.

Alimentação saudável

Quando nos alimentamos mal, deixamos o corpo mais suscetível a sofrer com inflamações e outros problemas de saúde, principalmente pela falta de vitaminas e minerais que fortalecem o sistema imune. Nesse caso, no inverno, procure sempre manter uma alimentação mais balanceada, preferencialmente com acompanhamento de um nutricionista.

Evite passar frio

Outro ponto importante é evitar passar frio e não dar chance para o azar. Mantenha o corpo aquecido, principalmente na região do pescoço, para evitar que a garganta inflame. Ingerir bebidas como chás quentes e outros alimentos quentes também ajuda, como sopas e caldos.

Você também pode acompanhar a previsão do tempo em jornais ou mesmo em smartphones, como um iPhone, para que possa escolher a roupa ideal para o clima ao sair de casa.

Evite locais sem circulação de ar

Manter-se em locais fechados aumenta consideravelmente as chances de se infectar por algum vírus da gripe ou até mesmo pelo coronavírus. Em algumas situações, porém, não é possível fugir dos locais fechados – nestes casos, prefira escolher locais que possuam ao menos uma ou mais janelas abertas para manter o ar circulando.

Vacine-se

A pauta da vacina foi trazida com muita força, por conta da pandemia de COVID-19, mas não é só contra a COVID que é necessário se vacinar: quando nos vacinamos contra a gripe, o nosso sistema imunológico enfrenta muito melhor as doenças de inverno. Na prática, isso evita, inclusive, o desenvolvimento de infecções respiratórias como pneumonia e também otite.

Além do mais, quando você se vacina, reduz a carga viral a ser espalhada e ainda se recupera mais rapidamente.

Assessoria

Publicidade
Governo de Rondônia
Betfair
ÓTICA DINIZ
Online Cassino


Desenvolvimento