Conectado por

Economia

Auxílio Brasil: Senado confirma novo empréstimo de R$ 1,5 mil


Compartilhe:

Publicado por

em

programa SIM Digital, que oferece empréstimos para quem deseja empreender, recebeu parecer favorável para ampliação. A medida provisória (MP) n° 1107/22 prevê crédito de até R$ 1,5 mil às pessoas físicas (incluindo inscritos no Auxílio Brasil), além de R$ 4,5 mil para microempreendedores.

O texto, que já foi aprovado pelo Senado Federal, agora segue para sanção pelo presidente da República. Essa ação faz parte do Programa Renda e Oportunidade do Governo Federal para incentivar o desenvolvimento econômico do país.

Os valores serão disponibilizados pela Caixa Econômica Federal por meio do Programa de Simplificação do Microcrédito Digital para Empreendedores (SIM Digital).

Como funciona o empréstimo do Auxílio Brasil

Atualmente, pessoas físicas podem solicitar financiamento de até R$ 1 mil por meio do aplicativo Caixa Tem. Caso a MP seja sancionada, o valor autorizado vai subir para R$ 1,5 mil. Pelas regras do programa, esse grupo conta com juros de 1,95% ao mês, podendo parcelar o pagamento em até 24 meses.

No caso dos inscritos no Auxílio Brasil, será necessário atualizar a sua poupança digital. Para tanto, será necessário:

  • Informar seu endereço;
  • Informar sua renda;
  • Enviar foto de documento de identificação oficial com foto (RG ou CNH);
  • Enviar uma selfie sua.

Feito isso, a Caixa terá até 10 dias para analisar se o seu perfil está apto para obter os valores. É importante ressaltar que o solicitante deverá informar sua ocupação e rendimento mensal, mesmo que esteja desempregado. Se o status mudar para “aprovado”, então é só ir na opção “Crédito Caixa Tem”.

Então, os valores serão depositados diretamente na sua poupança digital. Assim que o contrato vencer, o pagamento do empréstimo será debitado diretamente da conta do beneficiário do Auxílio Brasil. Vale ressaltar que, essa modalidade também contempla pessoas com CPF negativado.

O SIM Digital para MEI é diferente

Apesar de ser um único programa, as regras para quem é microempreendedor individual registrado são diferentes. Esse grupo pode obter até R$ 3 mil em crédito digital também parcelado em até 24 vezes. No entanto, a taxa de juros é de 1,99%. Caso a MP comece a valer, a quantia liberada subirá para R$ 4,5 mil.

Além disso, a forma de solicitar é diferente. Quem é MEI deve fazer a contratação do empréstimo presencialmente em uma agência da Caixa, junto a um servidor. Mas os valores serão depositados no Caixa Tem. Se o MEI não possuir poupança digital, será aberta uma conta no aplicativo em seu nome.

Concursos no Brasil

Publicidade
Betfair
ÓTICA DINIZ
Online Cassino


Desenvolvimento