Conectado por

Saúde

7 dicas para prevenir acidentes com os pequenos durante as férias


Compartilhe:

Publicado por

em

Na estrada ou em casa, é importante redobrar a atenção para evitar acidentes; especialista dá orientações para proteger adultos e crianças

Julho, o mês tradicional de férias escolares, é o período em que muitas pessoas viajam para praias e balneários ou até mesmo passam mais tempo em casa. Considerando essa mudança de rotina, é importante manter os cuidados quanto aos acidentes, tanto em casa, quanto na estrada.

Com o objetivo de prevenir incidentes, o Hospital Metropolitano de Urgência e Emergência (HMUE), gerenciado pela Pró-Saúde em Ananindeua (PA), destaca dicas e orientações para proteção de adultos e crianças. A unidade atua como principal referência para casos de traumas e queimaduras no Pará.

“O período das férias escolares é conhecido por proporcionar diversão para a toda a família. No entanto, a presença dos pequenos em casa durante um período maior, com tempo livre, pode gerar um aumento nos casos de acidentes com crianças, daí a importância de redobrar os cuidados”, comenta Guataçara Gabriel, médico ortopedista e coordenador de Pronto Atendimento.

Os acidentes podem ser variados, indo de uma simples queda à fratura exposta e até queimaduras. “Manter a atenção e o senso de responsabilidade é sempre fundamental para que acidentes sejam evitados e, em muitos casos, internações longas”, enfatiza Guataçara.

Cuidados a tomar para evitar acidentes domésticos

1. Atenção com os brinquedos pontiagudos ou muito pequenos, eles podem gerar acidentes graves entre as crianças, como sufocamento ou cortes.

2. Não deixe crianças brincando sozinhas em janelas ou sacadas. A ação é fundamental para evitar quedas, que a depender da altura do local, pode ser fatal ou gerar internação.

3. Não dirija após ingerir álcool, respeite as sinalizações de trânsito e a velocidade permitida para a via.

4. Quando as crianças estiverem brincando na água, a supervisão de um adulto é indispensável. Uma pequena quantidade de água, como em baldes ou bacias, já é suficiente para ocasionar o afogamento.

5. Para evitar queimaduras, pais ou responsáveis devem evitar que crianças tenham acesso principalmente ao forno e fogão, além de outros itens como churrasqueiras, fogueiras, isqueiros, fogos de artifício, fósforos e líquidos inflamáveis.

6. Nunca deixe crianças pequenas tomarem banho sozinhas e avalie sempre a temperatura da água para evitar queimaduras.

7. Não permita que crianças brinquem sozinhas com fios soltos, correntes, fitas e cordas, ou outros itens que podem ocasionar enforcamento.

O que fazer após os acidentes?

– Em caso de queda, não tente carregar a vítima ou fazer mudanças significativas de posição.

– Em caso de queimaduras, lave apenas com água corrente e procure auxílio médico.

Se a situação for grave, acione o Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU) no 192.

Assessoria

Publicidade
Governo de Rondônia
Betfair
ÓTICA DINIZ
Online Cassino


Desenvolvimento